Um casal foi preso na manhã desta segunda-feira (25) suspeito de se passar por agentes credenciados da empresa responsável pelo fornecimento de energia elétrica no Espírito Santo. Segundo a polícia, Fábio Lopes Magalhães, de 33 anos, e Claudineia Caetano da Silva, de 37, recebiam valores de contas de energia, mas não repassavam os valores para a EDP Espírito Santo.

Dessa forma, os usuários tinham prejuízos diversos, como multas por atraso no pagamento, corte de energia e negativação do nome junto a órgãos de proteção ao crédito. De acordo com as investigações da Delegacia Especializada de Crimes de Defraudações e Falsificações (Defa), pelo menos cinco clientes caíram no golpe praticado pelo casal.

A concessionária de energia acionou a polícia no dia 12 deste mês, após reclamações de clientes que tiveram a luz cortada. Segundo as denúncias, as contas haviam sido pagas na loja do casal.

Após o registro da ocorrência, a polícia passou a monitorar os suspeitos. Segundo as investigações, a dupla praticava o crime há pelo menos oito meses.

Os suspeitos foram presos em flagrante, nesta segunda, em uma loja de utilidades para casa, no bairro Terra Vermelha, em Vila Velha. Eles foram autuados por estelionato.