Na última quinta-feira (07), policiais militares que atuavam no município de Ecoporanga intensificaram as ações de fiscalização de trânsito no município, recuperaram veículo com restrição de furto e roubo e detiveram duas pessoas.

Logo pela manhã, por volta das 07h, um homem foi detido por estar empinando sua motocicleta, Honda CG 150 Fan, próximo à Escola Estadual de Ecoporanga. Os policiais que realizavam patrulhamento na região observaram as manobras realizadas e rapidamente abordaram e detiveram o homem, que também estava sem CNH. No momento do fato, diversas crianças trafegavam no local. O homem foi encaminhado para a Delegacia do município.

Paralelamente, por volta das 10h, denúncias anônimas feitas ao 190, relataram a existência de um veículo abandonado na Zona Rural do município. O veículo estava abandonado na estrada que liga Ecoporanga ao Distrito de Santa Rita. Contudo, para surpresa dos militares, diversas peças foram retiradas do veículo, antes deles chegarem ao local, entre elas portas, rodas e bancos.

Devido à situação do veículo, os militares tiveram dificuldade para identificar sua marca e o modelo. Somente após verificarem a numeração do chassi, puderam confirmar que se tratava de um Hyundai HB20S, originário de Belo Horizonte, com restrição de furto e roubo. O veículo foi encaminhado à Delegacia do município.

Na zona urbana do município, outro homem foi detido por estar embriagado quando conduzia um veículo. O fato ocorreu, por volta das 23h40min, na praça central de Ecoporanga, após um acidente de trânsito envolvendo dois automóveis. Uma mulher que estava no carona do Fiat Uno teve de ser conduzida para o Hospital Fumatre, para receber os atendimentos médicos. A embriaguez foi constata após o homem ser submetido ao teste do Etilômetro em Barra de São Francisco. Dentro do VW Pollo Sedan, os policiais encontraram 20 cascos de munição cal.380 deflagradas e 1 carregador cal.380. Os materiais apreendidos e o homem foram conduzidos ao DPJ de Barra de São Francisco.

Os nomes dos envolvidos não foram divulgados pela polícia.