Dois homens foram presos com uma grande quantidade de droga sintética e alucinógena, conhecida como NBOMe, nesta terça-feira (6), no Espírito Santo. Essa foi a maior apreensão de droga sintética feita pela Polícia Civil no estado.

Ao todo, foram apreendidos 1.115 micropontos e 383 comprimidos. “Existe vários relatos de mortes causadas por essas drogas. Essas mortes podem ocorrer tanto pela intoxicação aguda, que é tomar a droga, se sentir mal, ter um infarto, AVC, mal súbito, e morreu pelo uso de droga. Pode acontecer danos sérios e mortes por alucinação”, disse o perito criminal Fabrício Souza Pelição.

Os comprimidos eram vendidos como ecstasy e os micropontos como LSD. A apreensão aconteceu após uma denúncia anônima. Foram presos dois jovens de 25 e 21 anos.

Os dois foram autuados por tráfico de drogas. Eles fizeram exames no Departamento Médico Legal (DML) de Vitória e foram levados para o presídio.

Segundo a polícia, essas drogas seriam vendidas em festas e casas noturnas. “Nós suspeitamos que eles venderiam em raves, festas e boates. O nicho dessa droga é específico, de classe média e alta”, falou o delegado Diego Bermond.

A polícia ainda vai investigar a origem da droga. O chefe da Polícia Civil diz que a cada semana surge uma nova droga no mundo.

“Os traficantes estão cada vez mais elaborados na confecção dessas drogas, procurando burlar a lei, vendendo com outro nome”, afirmou o chefe da Polícia Civil, Darci Arruda.