A adolescente Jackeline de Andrade, de 16 anos, que queimou 60% do corpo ao resgatar o irmão em um incêndio disse só pensou em salvar a vida do irmão quando enfrentou o fogo que destruiu a casa da família.

Eu não pensei em mim. Eu pensei em salvar a vida dele“, disse Jackeline. Ela foi liberada da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na quarta-feira (30), após 15 dias internada.

Na madrugada do dia 15 de janeiro, a casa dela, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, foi destruída pelo fogo.

Toda a família conseguiu sair da casa a tempo, menos o menino Gabriel, de 4 anos.

Quando eu vi já estava aquele tumulto. Meu pai gritando e todo mundo já pra fora [de casa]. Todo mundo já tinha se salvado, só que daí eu senti falta do Gabriel e entrei lá correndo. Ele estava atrás do fogão encolhido, e eu salvei a vida dele“, lembrou.

Gabriel não sofreu nenhum arranhão. Já Jackeline teve 60% do corpo queimado, e foi internada em estado grave.

A adolescente Jackeline de Andrade, de 16 anos, queimou 60% do corpo ao resgatar o irmão em um incêndio. — Foto: Reprodução/RPC
A adolescente Jackeline de Andrade, de 16 anos, queimou 60% do corpo ao resgatar o irmão em um incêndio. — Foto: Reprodução/RPC

É triste, mas eu faria de novo. É melhor chorar por essa dor do que chorar a vida inteira em cima de um túmulo“, afirmou ela.

Ela comemora que, com a transferência para o quarto, pode ficar mais perto da família.

No entanto, ainda precisa ficar mais tempo no hospital com a assistência de médicos e enfermeiras para trocar os curativos.

Gabriel, de 4 anos, saiu ileso do incêndio após o resgate feito pela irmã. — Foto: Reprodução/RPC
Gabriel, de 4 anos, saiu ileso do incêndio após o resgate feito pela irmã. — Foto: Reprodução/RPC

Ainda dói muito. Tem momentos que você chora, porque fica sozinha, não consegue dormir“, disse a menina.

Os dois irmãos ainda não se viram depois do incêndio. Agora, o que ela mais quer é voltar pra casa e matar a saudade.

Eu queria dar um beijo nele“, afirmou.