O ano começou com 103 assassinatos no mês de janeiro no Espírito Santo. O número é o maior desde março de 2018, quando o estado teve 112 pessoas mortas em homicídios no Estado. Os casos, porém, ainda aconteceram em menor quantidade que o mesmo período do ano passado, quando 115 pessoas foram assassinadas.

O balanço é da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).

Para a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) o crescimento do número de assassinatos no mês de janeiro está ligado ao uso e tráfico de drogas nesta época do ano.

Os meses de janeiro, dezembro e fevereiro costumam ter uma alta de homicídios. O mês de janeiro é um mês de férias, com superpopulação de turistas e fluxo grande de pessoas de férias. Isso faz com que aumente o mercado consumidor de drogas ilícitas”, explica o subsecretário de gestão estratégica da Secretaria Estadual de Segurança Pública, coronel Antonio Marcos de Souza Reis.

Segundo Reis, o aumento de mortes violentas no primeiro mês do ano também é decorrente de conflito de grupo de criminosos rivais que fazem parte desse comércio de drogas.

Esse conflito levou a alguns óbitos. Diante desse quadro, a Polícia Militar e a Polícia Civil fizeram ações enérgicas de enfrentamento e investigações céleres. E conseguimos prender chefes de tráfico, drogas, armas e até roupas camufladas”, declara.

Região

Em Barra de São Francisco e cidades vizinhas, vários homicídios foram registrados.

Veja aqui os homicídios registrados

Grande Vitória

Os municípios de Vitória e Vila Velha tiveram aumento no número de homicídios em relação ao ano passado. Foram 11 assassinatos na capital e 19 em Vila Velha.

Em Viana, que não registrou nenhum homicídio em janeiro de 2018, ocorreram cinco neste ano.

Já os municípios da Serra e Cariacica tiveram diminuição no número de homicídios em janeiro deste ano. A Serra partiu de 24 mortes em 2018, para 16, em 2019. Em Cariacica, a queda foi de 39%, de 18 homicídios em 2018 para 11, neste janeiro.

Homicídios na Grande Vitória em janeiro de 2019 — Foto: Arte/TV Gazeta
Homicídios na Grande Vitória em janeiro de 2019 — Foto: Arte/TV Gazeta

Violência

Apesar de no comparativo de assassinatos, o número ter ficado mais baixo neste ano, a violência chocou os moradores da Grande Vitória neste mês.

No dia 14 de janeiro, três homens foram mortos e duas pessoas ficaram feridas no Morro do Moscoso, em Vitória. Traficantes de uma comunidade rival estiveram no local e sem conseguir encontrar o alvo, dispararam contra pessoas que estavam em uma praça do bairro.

No bairro Primeiro de Maio, em Vila Velha, foram dois mortos e 13 feridos durante um baile funk clandestino no dia 27 de janeiro, um domingo. Na mesma manhã, um outro rapaz foi morto no estacionamento de um hospital particular em Vitória. A polícia disse que os dois crimes têm ligação.