Dois casos de afogamento foram registrados pelo Corpo de Bombeiros neste domingo (3), nos municípios de Colatina e São Mateus, no Espírito Santo. Ambos os casos aconteceram em lagoas da região e os corpos só foram localizados nesta segunda-feira (4).

Homem morre afogado ao nadar na Lagoa do Limão, em Colatina, ES
Homem morre afogado ao nadar na Lagoa do Limão, em Colatina, ES

O major Cristiano Sartório, comandante do Corpo de Bombeiros de São Mateus, explicou que no verão os casos de afogamento aumentam muito no estado, principalmente em áreas de água doce, como é o caso de uma lagoa.

“A pessoa tem que ter uma boa noção de sua capacidade de nado antes de entrar em qualquer lugar com água”, afirmou.

Colatina

Um homem morreu afogado na Lagoa do Limão, em Colatina, na tarde deste domingo. Segundo testemunhas, Kleverson Batista desapareceu na água por volta das 16h. os bombeiros foram chamados e fizeram buscas no local até o anoitecer, mas o corpo não foi encontrado.

As buscas foram retomadas na manhã desta segunda-feira e encontraram o corpo de Kleverson por volta das 9h. Ele era açougueiro de um supermercado no bairro Maria das Graças, em Colatina.

São Mateus

A segunda vítima do fim de semana foi o estudante Gabriel Família Hoffman, de 15 anos. A mãe dele Graziele Família, o filho foi para o local com a família de uma amiga, mas não avisou.

“Ele saiu para ir na casa de uma amiga. Nem ele sabia que ia, na hora o pessoal combinou lá para ir, então ele foi junto. A mãe dessa amiga também estava junto, mas aí acabou acontecendo isso, essa fatalidade”, contou.

Gabriel se afogou por volta das 15h30 deste domingo. Apenas um homem teria visto o garoto se afogar, mas achou que ele estava brincando de não avisou a ninguém.

Adolescente morreu afogado em lagoa que fica em propriedade particular, em São Mateus — Foto: Reprodução/TV Gazeta
Adolescente morreu afogado em lagoa que fica em propriedade particular, em São Mateus — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Buscas foram feitas assim que o menino desapareceu, mas ele não foi localizado no dia. Nesta segunda-feira, bombeiros mergulharam em apneia, mas também não encontraram. Por volta das 9h, bombeiros de Vitória chegaram ao local para reforçarem as buscas. O corpo só foi encontrado no início da tarde.

A lagoa fica em uma propriedade particular no bairro Litorâneo, cercada e protegida por muitas árvores. No local há uma placa avisando que a entrada na área é proibida, mas neste domingo, cerca de 40 pessoas tomavam banho na lagoa.

“A gente vem tomar banho, fazer o que? É um lugar de lazer, para a gente se refrescar, mas nem todo mundo toma cuidado. Sabemos que é proibido, mas a gente insiste de vir”, disse a dona de casa Aline Souza.