Um casal suspeito de dar golpes e cometer crime de extorsão, prometendo “curas espirituais”, foi preso em Linhares, no Norte do Espírito Santo, nesta quarta-feira (13). Eles foram detidos após a denúncia de uma idosa de 61 anos, que foi vítima da dupla. Os dois estão em presídios da região.

O casal foi identificado como Andreia Roberta dos Santos Ristich e Leandro Sebastião Ristich. Segundo a delegada Suzana Garcia, responsável pela Delegacia de Proteção ao Idoso (DPCAI) de Linhares, a mulher dizia ser “mãe de santo” e se aproveitava desse artifício para prometer os tratamentos espirituais. Já o marido dela fazia a cobrança para as vítimas.

“Nós iniciamos as investigações após uma vítima procurar a delegacia dizendo que havia contratado os serviços dos suspeitos. Ela pagou R$ 6 mil para realizar um trabalho espiritual e disse que, após efetuar o pagamento, a suspeita pediu mais quantias em dinheiro alegando ser um ‘reforço do trabalho’. A detida fez ameaças dizendo que se o valor não fosse entregue, o mal espiritual que a vítima sofria iria se agravar e posteriormente se tornar um câncer. Com medo a vítima efetuou outros pagamentos”, explicou.

A delegada relatou ainda que Andreia mentia e realizava graves ameaças. “Ela se aproveitava da crença espiritual para obter vantagens patrimoniais das vítimas que, por medo, aceitavam as condições impostas”, disse.

De acordo com as investigações os suspeitos cometiam os crimes há cerca de três anos e meio, por isso a delegada acredita que há possibilidade da existência de outras vítimas. “Nós solicitamos as pessoas que sofreram esses crimes, que procurem a delegacia para relatar os fatos e buscar a reparação dos prejuízos sofridos”, relatou Suzana Garcia.

Andreia foi encaminhada para o Centro Prisional Feminino de Colatina (CPFCOL) e o Leandro foi conduzido para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Linhares.