Foto: Imagem: Janaina Brasil Fotografia

Um bebê capixaba que chegou ao mundo dentro da bolsa amniótica manda beijo e faz careta para as lentes fotográficas. Incidência de parto, conhecido como empelicado é rara: uma ocorrência a cada 100 mil nascimentos.

Manda beijinho, faz careta, e mostra a língua. O Noah é filho da Monyck Valasco. O pequeno chegou ao mundo às 8h28 da última segunda-feira (28) e, apesar do pouco tempo de vida, já está fazendo o maior sucesso. Não bastasse a sequência de poses inusitadas para as fotos durante o parto, o bebê nasceu de um jeito diferenciado: dentro da bolsa amniótica. “Ele já chegou chegando, como dizem”, disse a mãe.

Sobre o parto

O parto, extremamente raro, é chamado de “empelicado”. A incidência, segundo o ginecologista e obstetra, Rafael Ângelo, responsável por trazer o Noah ao mundo, é de 1 caso para cada 100 mil nascimentos. Desde 2018, o médico passou a ser chamado pelos colegas de equipe como “rei dos bebês empelicados”. Até então, ele que nunca tinha feito um parto parecido. Depois do dia 22 de novembro, já teve oito experiências no currículo e se prepara para mais momentos como este.

Janaína fez os registros, hoje tão paparicados e compartilhados nas redes sociais mundo afora. Há três anos e meio a fotógrafa, natural de Vila Velha, realiza ensaios documentais de partos e, por conta do trabalho, chegou a ser indicada a 18 premiações só no ano passado; uma delas, do maior concurso internacional do ramo.

O bebê ainda está em observação em um hospital particular de Vila Velha, já que apresentou uma pequena dificuldade respiratória. Mas, segundo Monyck, logo Noah recebe alta e vai para casa com uma longa agenda de compromissos a cumprir.

Com informações da repórter Renata Zacaroni, da TV Vitória/ RecordTV!