Nesta quinta-feira (17), o prefeito Alencar Marim participou de solenidade, realizada no salão São Tiago, no Palácio Anchieta, na capital.

Na cerimônia, o governador Renato Casagrande assinou o memorando de entendimento com a Prefeitura de São Mateus e a Petrocity Portos, visando à instalação do Centro Portuário de São Mateus (CPSM). O documento estabelece às responsabilidades que cabem a cada parte, cujo investimento está estimado em R$ 3,1 bilhões, gerando 2,5 mil empregos diretos apenas na fase de implantação, e mais 2,5 mil diretos e indiretos quando estiver operando.

A previsão é de que em um ano o Centro Portuário movimente em cargas o equivalente a 1.770.00 toneladas de rochas ornamentais, 11.300.000 toneladas de contêineres, 158.400 veículos e 155.100 de supply. Tal movimentação acontecerá em uma retroárea de três milhões de metros quadrados, que abrigarão sete pátios de estocagem, sendo quatro para cargas gerais e contêineres, um para grãos e rollon e rollof, um para rochas ornamentais, celulose e aço e outro para supply boat.

Informações gerais sobre o investimento

R$ 3,1 bilhões em investimentos;
2,5 mil empregos diretos na fase de instalação;
2,5 mil empregos diretos e indiretos na fase de operação;
300 milhões de metros quadrados para o Distrito Industrial Portuário (DIP);
Previsão de mais de 13 milhões de toneladas de movimentação anual apenas nos segmentos de rochas ornamentais, contêineres e supply;
Quatro unidades de transbordo e armazenamento de cargas (Utac) e uma unidade de carga de alto valor agregado, integradas ao Centro de Controle de Tráfego Ferroviário (CCTF);
Investimento de R$ 56 milhões por Utac (capital privado).