Foto: Hélio Filho/Secom

O governador Renato Casagrande se reúne nesta quarta-feira (09) com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, em Brasília. Uma das pautas do encontro é para tratar da superlotação nas penitenciárias do Espírito Santo.

Além de Moro, Casagrande tem agenda marcada com outros quatros ministros: do Desenvolvimento Regional, Ricardo Rigodanzo Canuto; do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio; da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas; e do Tribunal de Contas da União (TCU), José Mucio Monteiro. “Será nossa primeira viagem a Brasília. Vamos apresentar nossa agenda de trabalho e discutir questões prioritárias para o Espírito Santo, como o sistema prisional, a ferrovia, as ações do Estado Presente e a retomada das obras da BR 262”, informou o governador.

Penitenciárias têm 62% a mais de presos

Segundo informações da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), o Espírito Santo tem capacidade para uma população carcerária de 13.863 presos. No entanto, atualmente o número de presos é de 22.541, ou seja, há uma superlotação de 8.678 presos, equivalente a 62% a mais do que o Estado poderia dar conta de receber, o que poderia agravar a formação de facções.

Na terça-feira (8), Casagrande recebeu membros do Ministério Público do Espírito Santo (MPES), Tribunal de Justiça (TJES), Defensoria Pública da União, Defensoria Pública do ES, Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) e Secretaria de Estado de Planejamento (Sep) para traçar um panorama do Estado que será debatido com o ministro Moro.