Não é de hoje que o Instituto Capixaba de Pesquisa Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) se destaca em concursos de cafés especiais em todo país. No município de Afonso Claudio não foi diferente. As melhores colocações no concurso, na categoria conilon, são de produtores que cultivam variedades do Instituto.

O evento, que teve a cerimônia de encerramento realizada no Centro Cultural José Ribeiro Tristão, premiou dez cafeicultores na categoria conilon e dez na arábica, com notas acima da média. A solenidade contou com a presença de várias autoridades, degustadores de café, representantes de órgãos e entidades da área da agricultura, além dos agricultores e seus familiares.

Identificamos que entre as melhores colocações no concurso na categoria conilon, existem produtores que cultivam variedades do Incaper, sendo: Vitória, Centenário e Jequitibá. Na categoria arábica, o primeiro colocado produz a cultivar Catucaí 785-15”, disse o extensionista Jancy Aschauer

Premiação

Todos os dez finalistas de cada categoria receberão nesta quinta-feira (29), no auditório da Prefeitura Municipal, a premiação em dinheiro. Os classificados em 1º lugar receberam R$ 4.000,00. Além disso, foi premiado com o Prêmio Extra, o melhor café de cada distrito que enviou mais de cinco amostras por categoria.

Destaque Internacional

Recentemente o Espírito Santo foi destaque na Semana Internacional do Café 2018, que aconteceu em Belo Horizonte (MG). Dos dez finalistas na categoria Coffea canephora (conilon/robusta) do Prêmio Coffee of The Year 2018, nove são do Estado e o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) faz parte desse sucesso.

Entre as 400 amostras nas categorias Coffea arabica ou Coffea canephora (conilon/robusta) por agricultores de várias regiões do Brasil, os 1°, 2º, 3º e 5º lugares em conilon e o 1º e 2º lugares no arábica são do Espírito Santo.