O módulo espacial Insight tirou uma ‘selfie’ em solo marciano. A imagem registrada pela sonda da Nasa na verdade é um mosaico composto por 11 diferentes fotos. É o mesmo processo de imagem usado pela sonda Curiosity.

Todo módulo é visível na foto, inclusive os painéis solares e instrumentos científicos. Um outro mosaico também permite aos membros da missão observarem o “espaço de trabalho” da sonda (um espaço de 4mx2m). Essa foto é composta por 52 imagens.

A missão

A sonda pousou no dia 26 de novembro com sucesso na superfície do planeta vermelho depois de uma viagem de 485 milhões de quilômetros, que separam a Terra de Marte. É a primeira missão da agência espacial americana Nasa para estudar o interior de Marte.

Para “aterrissar” com sucesso, InSight teve de superar os tais “sete minutos de terror”, como foi batizada pela Nasa a delicada e breve fase de sua missão na qual o módulo atravessou a atmosfera marciana a quase 20 mil quilômetros por hora até reduzir sua velocidade para cerca de oito quilômetros por hora pouco antes de pousar.

O que a sonda vai investigar

Diferentemente de outras missões anteriores da Nasa centradas na superfície ou na atmosfera de Marte, a novidade da InSight é que seu principal propósito é estudar o interior do planeta para conhecer mais de perto sua composição e evolução. Para isso, conta, entre outros instrumentos, com um sismógrafo e uma sonda que medirão a atividade e a temperatura internas do planeta, respectivamente.

Neste ponto, será fundamental o trabalho de uma escavadora mecânica, incluída no módulo, que perfurará até cerca de cinco metros de profundidade a superfície marciana. O módulo pousou e se instalou nesta segunda em uma região plana de Marte conhecida como Elysium Planitia, onde realizará sua atividade investigativa.