Por Agência EFE

A polícia do Paraguai prendeu neste domingo (23) um suspeito de integrar o grupo Primeiro Comando da Capital (PCC), Bismag Santos Figueiredo. Segundo o Ministério do Interior paraguaio, há uma ordem de prisão no Brasil contra ele por narcotráfico e por fazer parte da facção, informou o Ministério do Interior paraguaio.

 

 

A prisão ocorreu durante um controle da polícia em um bairro da cidade de Capitán Bado, departamento de Amambaí (norte), no qual os agentes solicitaram a documentação do cidadão em questão, que usava um documento em nome de Bismag Bogado. As autoridades brasileiras, que estiveram na operação, comprovaram que se tratava de uma identidade falsa.

Santos, de 32 anos, foi detido por transgredir supostamente a Lei Migratória, possuir um mandato de prisão no Brasil por tráfico de drogas e por pertencer ao PCC.

No domingo passado, dois supostos membros da organização fugiram do Agrupamento Especializado de Assunção, uma sede da Polícia Nacional que funciona como centro de internamento de presos considerados perigosos.

A fuga, que as autoridades paraguaias consideram que aconteceu com a participação de funcionários da polícia, terminou com a detenção de 20 agentes do centro.