Por questões econômicas, Casagrande explica que não há possibilidades de gastos excessivos para esses investimentos.

Foto: Andressa Balbi

Por Andressa Balbi / Folha Vitória

O governador eleito para comandar o Espírito Santo no próximo ano, Renato Casagrande (PSB), afirmou em coletiva de imprensa nesta manhã (22), que não irá realizar concursos públicos para cargos da Polícia Militar e Polícia Civil em 2019.

Por questões econômicas, Casagrande explica que não há possibilidades de gastos excessivos para esses investimentos.

Uma das promessas anunciadas pelo o atual governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, foi o concurso da Polícia Civil, anunciado em janeiro deste ano. Na época 173 vagas foram abertas para diversos cargos. Por uma desistência da empresa organizadora do concurso, o mesmo foi cancelado e Casagrande disse que não pretende retomar a seleção.

Uma nova metodologia de trabalho será definida. Vamos começar com os dois pés no chão. Para isso não haverá previsão de concursos e reajustes. Eu não posso assumir um compromisso sem saber como vai desenvolver a economia do Brasil e do Espírito Santo no ano que vem“, explicou.

Casagrande disse que mesmo sem haver um reforço nos quadros da Polícia para 2019, o comprometimento com a sociedade e com a população mais carente, será um dos pontos reforçados durante o seu mandato. “Peço ajuda e conto com todos que vão compor o meu gabinete. Foi uma estratégia optar por grandes profissionais que fazem parte da polícia no nosso Estado. Homicidas que realizam crimes, precisam entender que homicídios não ficaram em pune“, destacou.