Mais de 60 internos foram libertados da Unidade de Internação Regional Norte em Linhares (Uninorte) nesta terça-feira (4) e quarta-feira (5). Isso após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin ter concedido uma liminar favorável a um pedido de habeas corpus coletivo da Defensoria Pública do Estado, que alegou que o local está superlotado.

A previsão é de que até o fim do mês mais de 200 adolescentes socioeducandos sejam soltos. Apenas nesta terça foram 61 menores, e a quantidade desta quarta não foi informada pelo Instituto de Atendimento Socioeducativo.

Parentes esperavam pelos adolescentes na porta da unidade na manhã desta quarta. “Eu quero que ele mude. Conversei muito com ele domingo, ele ficou muito feliz. O projeto dele agora é trabalhar, disso já está muito consciente“, falou a avó de um dos internos, que preferiu não se identificar.

Um dos menores falou que está com planos de mudar e não se envolver mais com a criminalidade. “Eu quero agora é ajudar minha mãe, meu irmão, meu pai“, disse.

Ao todo, pelo menos 260 jovens que cumprem medida socioeducativa na unidade devem ser liberados até o dia 21 deste mês. A Uninorte atende 31 municípios das regiões Norte e Noroeste do estado, e segundo a Defensoria Pública e a 2ª Vara da Infância de Linhares, está superlotada.

Antes de as liberações começarem, a unidade estava com 419 interno, número quase três vezes acima da capacidade. Segundo a Justiça, muitos jovens que foram e ainda serão soltos estão perto de terminarem de cumprir a pena e outra parte ainda vai precisar prestar serviços comunitários.

Todos os jovens que ganharem liberade serão acompanhados pelo Núcleo de Atendimento Socioeducativo e pelos Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), segundo o Iases.