O ex-prefeito de Barra de São Francisco, Luciano Pereira (Avante) já registrou sua candidatura a deputado estadual. Mas na eleição desse ano ele viverá uma situação inédita em sua carreira política, não terá o apoio do próprio pai, o ex-prefeito Edinho Pereira.

Edinho é, sem dúvida, o maior “puxador de votos” da família Pereira e, para muitos, o maior “puxador de votos” de Barra de São Francisco.

Edinho entrou de cabeça na campanha da deputada estadual Raquel Lessa, que tenta reeleição. O puxador de votos da família Pereira está caminhando e participando de reuniões com a deputada, que o defendeu e amparou quando precisou.

A separação de pai e filho na eleição escancarou um problema antigo de incompatibilidade política entre Luciano e Edinho. Enquanto Edinho sempre foi o político popular, amigo de todos e para alguns “bom até demais”, Luciano trilhou pelo caminho inverso. Em junho, o SiteBarra já havia publicado sobre a possibilidade desse racha entre pai e filho, veja aqui

Dono de uma enorme rejeição, comprovada com o resultado de sua derrota na última eleição municipal, Luciano parece não ter digerido muito bem a falta de poder e continua com ares de superioridade. Fontes ligadas ao ex-prefeito Luciano Pereira dizem que agora ele quer mostrar que é maior que o pai.

O fato é que, a campanha de Luciano, que já enfrentava limitações, pode enfraquecer ainda mais com Edinho fora do grupo.

Edinho Pereira participa de evento político da deputada estadual Raquel Lessa, com o ex-prefeito de Águia Branca, Jailson Quiuqui e o ex-deputado Geovani Silva.

Feitiço virou contra o feiticeiro

Quando Luciano Pereira foi prefeito de Barra de São Francisco, pai e filho viveram alguns momentos de harmonia. Em um desses momentos, Edinho e Luciano fomentaram outra rixa familiar, a do deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD), eterno adversário da família Pereira, e de seu filho, o rebelde Giulianno dos Anjos.

Na ocasião, Giuliano aparecia em fotos ao lado de Edinho, de Luciano. As imagens circularam em redes sociais e Edinho e Luciano curtiam o momento em ver pai e filho em lados opostos na política. Veja aqui

Agora, Giulianno apesar de “mergulhado”, não faz a oposição que fazia outrora ao pai. Por outro lado, o ninho dos Pereira está uma bagunça.

Contas rejeitadas

No início de agosto uma notícia jogou um balde de água fria na campanha de Luciano Pereira.O Tribunal de Contas do Estado se posicionou pela rejeição das contas públicas do ex-prefeito de Barra de São Francisco, referentes ao ano de 2014.

Na época, Luciano ultrapassou o limite de gastos com pessoal estabelecido na Lei de Responsabilidade Fiscal. Veja aqui a matéria completa

Com a decisão, Luciano pode ficar inelegível pelos próximos oito anos, de acordo com a Lei da Ficha Limpa. As contas terão que passar pela câmara de vereadores de Barra de São Francisco.