O projeto do vereador dispõe sobre a inclusão de conceitos de empreendedorismo na Rede Municipal de Ensino de Barra de São Francisco.

Em sessão realizada nesta terça-feira, 29 de maio de 2018, o vereador Wilson Mulinha (PDT), apresentou três projetos de Lei, que foram direcionados às Comissões da Casa para avaliação e parecer.

A sessão foi realizada na terça-feira, pois na segunda-feira, 28/05, em respeito ao falecimento de uma Tia do vereador Lemão Vitorino, não houve sessão.

Os projetos apresentados pelo vereador Wilson Mulinha são os seguintes:

DISPÕE SOBRE A INCLUSÃO DE CONCEITOS DE EMPREENDEDORISMO NA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO MUNICÍPIO

O vereador declara que, segundo dados do IBGE, as taxas de desemprego dos grupos de pessoas de 14 a 17 anos de idade é de 43,0% e de 18 a 24 anos é 27,3%.

Para mudar essa triste realidade no país, acredita o vereador que deve começar no município, não só ajudando na criação de novos postos de trabalho, mas também incentivando a participação do jovem no meio empreendedor, que ao ser despertado da sua capacidade empreendedora no período escolar poderá ser fomentado e incentivado o seu lado empreendedor.

Por esse motivo, apresentamos este Projeto de Lei que dispõe sobre a inclusão de conceitos de empreendedorismo na rede municipal de ensino, por meio atividade extracurricular, com matérias de noções e conceitos de empreendedorismo, a serem inseridas para alunos do ensino fundamental do 6º (sexto) ao 9º (nono) ano, estimulando os jovens a tomarem decisões, traçar metas e planos, e assim se tornarem protagonistas de suas próprias vidas, com base em valores fundamentais como ética, livre iniciativa e cooperativismo, pois o empreendedorismo é a porta de entrada para a inovação tecnológica e desenvolvimento econômico de um município em favor de sua população“, disse Mulinha ao SiteBarra.

INSTITUI O BOLETIM ESCOLAR ELETRÔNICO NAS ESCOLAS DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE BARRA DE SÃO FRANCISCO

O vereador em sua justificativa diz que pesquisas comprovam que o acompanhamento dos pais na vida escolar dos alunos é de fundamental importância, pois a formação de crianças e jovens é uma ação compartilhada. A publicação do boletim escolar na internet, assim como a frequência dos alunos, irá facilitar o acompanhamento dos pais de alunos da rede municipal de ensino, facilitando a consulta de notas e presenças pelos alunos, mantendo todos informados do rendimento escolar obtido no bimestre ou trimestre consultado, podendo o aluno planejar a sua recuperação em alguma matéria em que esteja com dificuldade ou ainda, controlar suas faltas em determinada matéria.

AUTORIZA O PODER EXECUTIVO FAZER CARTÃO DE IDENTIFICAÇÃO PARA PESSOA COM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA, RESIDENTES NO MUNICÍPIO

Este projeto, conforme declarações do Vereador, objetiva preservar as pessoas diagnosticadas com Transtorno do Espectro Autista, que em muitos casos são até descriminadas por outras pessoas, que não são conhecedoras deste transtorno na pessoa que sofre do Espectro Autista. Até o momento foram identificados oito tipos de transtornos.

Como o autismo requer tratamento individualizado e específico pelo ordenamento jurídico, algumas pessoas com autismo têm dificuldade em conviver em locais lotados e, muitas vezes, em certos momentos na sala de aula e no uso do transporte público,  em certos casos não é recomendado face ao nível de barulho.

Com este cartão, os cuidadores, professores, motoristas e demais alunos poderão identificar os alunos que sofrem com o Transtorno do Espectro Autista.