No dia de hoje 04 de dezembro de 2017, o SAAE de Mantena divulgou uma nota avisando a população que iria interromper o fornecimento da água na cidade entre 15 e 19 horas. De acordo com a nota, o motivo é que a estação está recebendo pouco volume de água.

O certo é que donas de casa e até mesmo empresas estão sendo prejudicadas pela falta de água. A verdade é que existe uma lide judicial onde o SAAE, que cobra do povo de Mantena mais de dez milhões por ano pela água, se recusa a indenizar os danos e prejuízos ao proprietário da terra. O SAAE cobra e recebe milhões da população de Mantena, mas se recusa a pagar um centavo ao dono da terra. Ou seja, quer usar uma terra particular, tomar posse da água, vender por milhões para a população, sem pagar nada para o proprietário da terra“, explica Marcos Antônio de Paula, proprietário de uma terra onde, segundo ele, o presidente do SAAE de Mantena quer ter acesso sem autorização.

Marcos explica que foi colocado um cadeado na porteira de sua propriedade pelo diretor do SAAE. Marcos, sendo o dono da terra, para entrar em sua propriedade tinha que passar por baixo da cerca. Então ele colocou um outro cadeado.

“Todos sabem que estamos em período de chuva e que temos água em abundância. E nesse momento temos mais de um local onde é captada a água que abastece Mantena. Então qual seria o real motivo? Porque não tem água suficiente para abastecer a nossa cidade de Mantena? Qual a verdadeira razão e porque a água não está chegando até ás nossas torneiras?”, questiona Marcos.

“A população não pode ser penalizada com a falta de água pela intransigência e ilegalidade do SAAE que se recusa a cumprir as Leis. Prefere gastar o dinheiro da população em demanda apenas por uma briga judicial e cortar o fornecimento da água, tentando colocar a população contra o dono da terra que é um humilde agricultor”, continua .

Também foi emitida uma nota pela rádio, dizendo que o motivo pelo qual a estação está recebendo pouco volume de água nesse momento, é devido estar trabalhando somente com 60% de sua vazão e que estariam impossibilitados de trabalhar no Córrego Frio pelo motivo da porteira está fechada.

Em um vídeo, o diretor do SAAE, Paulo Roberto Govea, afirma que iria faltar água e o motivo seria que o proprietário da terra, Marcos, não estaria deixando entrar na terra.

 

Ele está mentindo para a população. O que existe de fato existe é uma ação judicial para que o SAAE pague indenização ao dono da terra pelos danos e prejuízos. Todavia a Autarquia mente para a população, invertendo os fatos e as informações e dizendo que o motivo seria porque a porteira da terra estaria fechada. Quando na verdade o SAAE tem que cumprir as Leis, o que a propósito já foi notificado“, diz o advogado de Marcos, Dr. Jadson Dias Said.

Site Hackeado

Ao tentar acessar o site do SAAE de Mantena após a divulgação da nota, uma mensagem aparece dizendo que o site foi hackeado.

Veja aqui http://www.saaemantena.mg.gov.br/

SAAE Mantena

Até o momento o SAAE não se manifestou sobre a invasão do site. O SAAE também não emitiu nota sobre o processo judicial e nem sobre a explicação do proprietário da terra.