O município de Barra de São Francisco será o primeiro na região a testar o NanoSolo, uma Pavimentação Ecológica e Orgânica, que é uma tecnologia inovadora em pavimentação. O produto é 100% nacional, único no Brasil e não agride o meio ambiente.

O empresário Marcelo Polynano, da empresa Polynano, esteve em Barra de São Francisco para apresentar o produto. Diante das informações, o vereador Wilson Mulinha (PDT) buscou junto ao empresário uma amostra grátis, para que a população conheça de perto os benefícios do NanoSolo.

Como é um produto novo, solicitei ao Marcelo uma doação, para que uma rua fosse pavimentada, apresentando assim à população os benefícios da Pavimentação Ecológica. Ele atendeu minha solicitação, estou muito feliz“, disse o vereador ao SiteBarra.

Segundo a empresa, o NanoSolo tem sido o grande diferencial em relação aos demais processos convencionais, principalmente quanto à sua resistência que, em determinados tipos de solo é superior a do concreto, e também, quanto à sua eficácia na aplicação (3km/dia – aplicado direto no solo virgem existente).

“Essa tecnologia torna-se acessível à todos os municípios, gerando qualidade de vida e desenvolvimento social. O NanoSolo tem alta durabilidade, resistência na pavimentação e garantia real de 5 anos, além de ser uma tecnologia 100% nacional e inovadora”, destaca Marcelo Polynano.

Maurício Ferreira, Marcelo Polynano, Everaldo Fernandes e Wilson Mulinha em Barra de São Francisco

O empresário Everaldo Fernandes, que é proprietário de loteamentos no município, foi um dos interessados no NanoSolo.

Ele se reuniu com o vereador Mulinha, com o Corretor de Imóveis Maurício Ferreira e com o empresário Marcelo Polynano.

De acordo com o empresário, a novidade pode agregar valor e gerar qualidade de vida para seus clientes. “Vamos aguardar a primeira pavimentação em Barra de São Francisco, mas acredito que em breve vamos investir no produto da Polynano”, garantiu Everaldo.

Aplicação Teste da Pavimentação Ecológica e Orgânica NanoSolo, a pedido do vereador Mulinha, será em parte da Av. Carlos Valli, que faz a ligação entre o Bairro Irmãos Fernandes e Bairro Vila Vicente.

“Indiquei aquela avenida por ser um dos pontos críticos da cidade. Muitos moradores reclamam dos buracos e dificuldade de acesso. A pavimentação daquele trecho facilitará o acesso de muitas pessoas que buscam acesso diário aos bairros Irmãos Fernandes e Vila Vicente”, destacou Mulinha.

A previsão da chegada do material em Barra de São Francisco é para o próximo sábado, 8 de julho de 2017. “Vamos acompanhar de perto a entrega desse material. Esperamos que atenda todos os anseios da população francisquense”, disse o vereador.

Mulinha também apresentou Marcelo para outros prefeitos na região e solicitou também uma aplicação teste gratuita em outros municípios. “Quem ganha é a população. Se o produto for bom, mais barato que os demais e a prefeitura puder comprar será ótimo. A população terá ruas com asfalto com preço de calçamento”, finalizou Mulinha.

NanoSolo

 

As vantagens e benefícios gerados pelo NanoSolo em relação à pavimentação asfáltica convencional é o custo que a Pavimentação Ecológica e Orgânica pode proporcionar, visto que é aplicada diretamente no solo existente.

O produto forma uma camada de pavimentação entre 15 a 25 cm, de alta resistência e durabilidade, que não deforma, não desagrega e não racha, não gera retrabalho (operação tapa-buraco).

O NanoSolo utiliza água na diluição, não derivado de petróleo na sua aplicação, tornando-se ecologicamente correto, não agredindo o meio ambiente.

Segundo a empresa, o custo inicial é de aproximadamente R$ 28,00/m².