O Instituto Rio Branco abriu concurso com 30 vagas de diplomata para nível superior em qualquer área.

O salário é de R$ 16.935,40. A seleção é conhecida por seu processo seletivo longo e exigente, que inclui desde provas objetivas, até discursivas de idiomas como inglês, espanhol e francês, entre outros.

A prova objetiva da primeira fase acontece no dia 13 de agosto nas capitais dos 26 estados.

O Instituto Rio Branco é responsável pela seleção e treinamento dos diplomatas brasileiros, que trabalharão no Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores.

As inscrições vão de 23 de junho a 10 de julho pelo www.cespe.unb.br/concursos/irbr_17_diplomacia. A taxa é de R$ 225.

A carreira

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil (MRE), também conhecido como Itamaraty, é um órgão do Poder Executivo, responsável pelo assessoramento do Presidente da República na formulação, no desempenho e no acompanhamento das relações do Brasil com outros países e organismos internacionais .

A atuação do Itamaraty cobre as vertentes política, comercial, econômica, financeira, cultural e consular das relações externas, áreas nas quais exerce as tarefas clássicas da diplomacia: representar, informar e negociar.

Uma das carreiras de sua estrutura é a de Diplomata, considerada também uma função típica de estado. Aos servidores da carreira de Diplomata incumbem atividades de natureza diplomática e consular, em seus aspectos específicos de representação, negociação, informação e proteção de interesses brasileiros no campo internacional (art. 3º da Lei nº 11.440/2006).

Quanto à estrutura diplomática o MRE conta com um aparato que inclui, entre outras, a sede Palácio do Itamaraty em Brasília, e os Escritórios de Representação no Rio de Janeiro, Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Belo Horizonte, Salvador, São Paulo, Recife e Manaus. O Ministério conta também com o apoio de entidades vinculadas como a Fundação Alexandre de Gusmão (FUNAG), responsável pelas questões acadêmicas, e também o Instituto Rio Branco, que tem por função recrutar e treinar os diplomatas.

O ingresso na carreira de diplomata se dá mediante concurso público de âmbito nacional organizado pelo Instituto Rio Branco, em parceria com o Cebraspe. Importante ressaltar que somente os brasileiros natos podem participar do concurso, cuja aprovação habilitará o ingresso na classe inicial da carreira de diplomata, bem como à matrícula no Curso de Formação do Instituto Rio Branco.