Os postos de saúde de todo o Estado estarão abertos neste sábado (13) para o “Dia D” de vacinação contra a gripe. A meta da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) é vacinar pelo menos 90% do público-alvo no período da campanha, que termina no dia 26 de maio.

A coordenadora do Programa Estadual de Imunizações, Danielle Grillo, ressaltou que o número de pessoas vacinadas no Estado até o momento ainda é baixo, visto que o período da campanha já passou da metade.

O objetivo do “Dia D” é dar oportunidade para as pessoas que não conseguem se deslocar até uma unidade de saúde durante a semana. É importante que as pessoas se vacinem entre abril e maio para quando chegar o inverno, que é a época com mais casos da doença, elas já estejam protegidas. Nossa preocupação é que já estamos para mais da metade da campanha e pouco mais de 50% do público-alvo já deveria ter sido vacinado”, disse.

A vacina previne contra a Influenza H1N1, a Influenza H3N2, e a Influenza B. Qualquer pessoa que faz parte do grupo prioritário definido pelo Ministério da Saúde pode ser vacinada, exceto aquelas que têm alguma alergia grave a ovo ou a algum componente da vacina.

Apesar de muitas pessoas temerem tomar a vacina dizendo que logo após a imunização ficam gripadas, a coordenadora destacou que não há relação, pois a vacina passa a fazer efeito após 15 dias da aplicação.

Público-alvo

O público-alvo para a vacinação são crianças de 06 meses até menores 5 anos, trabalhadores de saúde, pessoas com doenças crônicas, indígenas, pessoas com 60 anos de idade ou mais, professores, população privada de liberdade; adolescentes e jovens sob medida socioeducativa, funcionários do sistema prisional, gestantes, e mulheres com até 45 dias após o parto.

Os professores passaram a integrar o grupo prioritário de vacinação contra influenza este ano. Estão sendo vacinados aqueles que atuam em sala de aula nas escolas públicas e particulares dos ensinos infantil (incluindo os berçaristas), fundamental, médio e superior.