Em uma sessão “escondida” na manhã desta terça-feira, 28 de março de 2017, o vereador Teco Ferreira (PSD) protocolou um pedido de licença do cargo.

Quem assumirá a vaga é o suplente da coligação, Flávio Gava (SD). Flávio era 2º suplente, atrás de Lula Cozer (PSD), que era 1º suplente.

Flávio Gava é policial militar e foi presidente da Associação de Cabos e Soldados. Caso assuma o cargo, ele irá para a reserva da PM.

Na semana passada, o vereador Juvenal Calixto Filho (SD) pediu licença do cargo e Lula Cozer assumiu a vaga. Durante a semana muito se comentou a respeito do assunto e informações davam conta de que Lula não assumiria o cargo e que Flávio Gava assumiria.

Nesta terça, com aproximadamente cinco pessoas assistindo a sessão, a surpresa foi a saída de Teco Ferreira, por motivos ainda não divulgados.

A sessão da câmara geralmente acontecia na tarde de segunda-feira, quando a população poderia acompanhar, pois muitos já deixaram o trabalho. Com a sessão numa terça-feira de manhã, horário que muitos estão trabalhando, parece que o objetivo dos vereadores foi alcançado, ou seja, pouquíssimas  pessoas acompanhando o que eles fazem na casa. Com o horário escolhido, a impressão passada é de que os vereadores estão tentando ao máximo se esconder dos eleitores, pelo menos durante as sessões.