AS ONÇAS: B S Francisco – ES

Seu Ivo Coimbra saiu para caçar e começou a atirar em alguns passarinhos. Quando efetuou o último disparo e acabaram as munições, ele ouviu o miado de duas onças. Mas havia acabado as munições e ele enfiou a mão no embornal e só tinha vários pregos e cartuchos. Ele colocou os pregos dentro dos cartuchos e enfiou na espingarda. Quando a 1ª onça pulou sobre ele, ele fechou os olhos e atirou, quando abriu os olhos a onça estava pregada em duas árvores a sua frente.

Quando a 2ª onça saltou sobre ele, não tinha mais prego e nem cartucho, somente um canivete, foi aí que aconteceu uma coisa surpreendente. Imaginem a cena: A onça deu um salto na direção do seu Ivo, no mesmo momento, seu Ivo também deu um salto mortal e deu um corte na testa da onça e rodopiou sobre ela ficando por trás da onça, foi quando ele segurou no rabo dela e a onça saiu pelo buraco que havia sido feito na testa dela.

Até alguns anos atrás algumas pessoas confirmaram que escutavam uma onça uivando de frio nesta época de inverno.

Edivaldo Machado Lima-
edivaldonlima@bol.com.br