imagemnoticiaA Companhia Espírito-Santense de Saneamento (Cesan) foi denunciada despejar esgoto sem tratamento na Lagoa da Conceição e na Praia da Costa Azul, no balneário de Iriri, em Anchieta, na região Sul do Espírito Santo. A denúncia foi feita pelo Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MP-ES), que ajuizou uma Ação Civil Pública contra a Cesan.

Segundo o MP-ES, um inquérito foi instaurado para apurar o dano ambiental causado pela Companhia com o despejo do esgoto sem tratamento.

Durante a investigação, o órgão constatou que o despejo acontece desde 2006, com denúncias feitas por moradores e turistas da região. As informações para o inquérito também foram levadas pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instaurada pela Câmara Municipal de Anchieta.

Além disso, o Ministério Público estadual ressaltou no processo que a Cesan recebeu diversas notificações sobre a situação da Estação Elevatória de Esgoto Bruto da Lagoa de Iriri, mas “se manteve em atitude negligente, visto que sempre se limitou a resolver o pronlema imediato e nunca apresentou uma solução definitiva”.

O MP-ES requer com o pedido de liminar, que em prazo fixado pelo juiz que vai analisar o caso, a Cesan realize a reparação imediata das estações de tratamento e o monitoramento semestral, com realização de análise físico-química e microbiológica da Lagoa de Iriri e das Praias de Costa Azul e da Areia Preta.

Outro lado
A Cesan foi procurada na manhã desta quarta-feira (23) e disse, em nota, que ainda não foi notificada, mas informa que irá atender a todos os requisitos do Ministério Público. “A Companhia reafirma que não é poluidora, e que se houver alguma falha será corrigida”, diz a empresa.

Fonte: G1