Quem deseja ingressar em um dos órgão mais respeitados (Concurso Polícia Rodoviária Federal – Nível Médio) já pode iniciar o quanto antes a preparação. É que a  Polícia Rodoviária Federal(PRF) pretende ampliar o número de efetivos em seu quadro de pessoal. A intenção foi anunciada no último dia 31 de dezembro de 2015, quando enviado ao Congresso Nacional o projeto de lei 4253/2015, que visa a criação de vagas em diversos órgãos federais. No caso da PRF a ampliação prevista é de 1.500 oportunidades que, uma vez aprovadas, deverão ser preenchidas por meio da realização de novos concursos públicos. Destas, 455 são para o cargo de agente administrativo, com exigência apenas de ensino médio, e 1.045 para nível superior, em três carreiras. As remunerações iniciais chegam a R$ 5.027.72.

Para as 455 vagas de agente, com exigência de ensino médio, a remuneração inicial é de R$ 4.270.77, considerando o salário de R$ 3.812,77 e vale-alimentação de R$ 458.No caso de nível superior, do total de oportunidades, 995 serão para o novo cargo de analista técnico administrativo, 27 para engenheiros e 23 para estatísticos. Para estas opções, o inicial será de R$ 5.027,72, já considerando o inicial de R$ 4.569,72 e o vale-alimentação.

Para a nova carreira de analista técnico administrativo, as atribuições, de acordo com o projeto, deverão corresponder ao planejamento, supervisão, coordenação, controle, acompanhamento e execução de atividades de atendimento ao cidadão, além de atividades técnicas especializadas, bem como implementação de polícias e realização de estudos e pesquisas na sua área de atuação.

Andamento – Enviada ao congresso em 31 de dezembro, agora a proposta deve passar, na Câmara dos Deputados, pelas Comissões de Seguridade Social e Família; Trabalho, Administração e Serviço Público; Relações Exteriores e de Defesa Nacional; Finanças e Tributação e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Deficit anunciará em breve novo concurso também para Policial – De acordo com dados do Planejamento de agosto do ano passado, a PRF conta com 10.283 policiais em um quadro que permite até 13.098. Cavalcanti, presidente da FenaPRF, observou que o tamanho do efetivo é igual ao de 20, 25 anos atrás, ao passo em que a frota de veículos aumentou nesse período. A situação deve piorar drasticamente caso um novo concurso não seja realizado em breve, já que o órgão pode perder 4 mil policiais em dois anos, em razão de aposentadorias. “É bastante provável que essas aposentadorias se consolidem. Como o trabalho dentro do departamento está difícil por conta da sobrecarga, os colegas que adquirem condições de se aposentar se sentem desestimulados a permanecer na ativa”, observou Cavalcanti.

Sobre a solicitação de 44 vagas para a área de apoio, o presidente da FenaPRF avaliou como insuficiente para atender a necessidade existente. “A gente vem cobrando a criação de um novo quadro de servidores administrativos. Não tem psicólogo para atender os policiais”, exemplificou. No pedido do concurso, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, destaca que a nova seleção é a única saída para a crise de efetivo vivida pelo órgão. O Tribunal de Contas da União (TCU) também já destacou a falta de pessoal nas fronteiras, onde são os concursados do departamento são inicialmente lotados.

O mais provável é que a seleção seja autorizada pelo governo, uma vez que é grande a necessidade de pessoal da PRF. Como já aconteceu em suspensão de concursos passados, órgãos de segurança pública, saúde e educação ficaram isentos das medidas fiscais para reajuste das contas públicas. A informação do Ministério do Planejamento de que, mesmo com a suspensão anunciada, pode autorizar a realização de concursos em regime de exceção reforçou a esperança de que seleções aguardadas por milhares de concurseiros possam se concretizar em 2016.

Requisitos e remunerações – Para ingressar no cargo de policial é necessário possuir formação superior em qualquer área e carteira de habilitação, na categoria B ou superior. A remuneração inicial da carreira é de R$ 7.177,91, incluindo o auxílio alimentação, que este mês subiu de R$ 373 para R$ 458. No caso da área de apoio, o pedido foi para 19 vagas de administrador, 17 de engenheiro, cinco de estatístico e três de técnico em Comunicação Social. Para esses, os iniciais são de R$ 5.027,72.

Detalhes:

bullet1.gif (844 bytes)Concurso: Polícia Rodoviária Federal (Concurso PRF 2016)

 

bullet1.gif (844 bytes)Banca organizadora: Em definição

 

bullet1.gif (844 bytes)Cargos: Policial ; Agente; Analista

 

bullet1.gif (844 bytes)Escolaridade: Nível superior

 

bullet1.gif (844 bytes)Número de vagas: 1.500 (expectativa)

 

bullet1.gif (844 bytes)Remuneração: R$ 7 mil

 

bullet1.gif (844 bytes)Situação: Previsto

 

bullet1.gif (844 bytes)Previsão p/ publicação do edital: 2016

 

bullet1.gif (844 bytes)Link do último edital – Policial

 

bullet1.gif (844 bytes)Link do último edital – Policial – Agente Administrativo