central_biometria_22_014Doze municípios do Espírito Santo estão realizando o recadastramento biométrico do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES) até março de 2016. Quem não fizer o recadastramento nas cidades selecionadas pode ter o título cancelado. A biometria promete mais segurança nas eleições.

Os municípios do estado com recadastramento biométrico são: Vitória, Marechal Floriano, São Roque do Canaã, Laranja da Terra, Marilândia, Águia Branca, São Domingos do Norte, Água Doce do Norte, Vila Pavão, Mimoso do Sul, Vila Valério e Ponto Belo.

Em Marechal Floriano, região Serrana do estado, o cadastramento termina nesta sexta-feira (29). Já em Vitória, capital do estado, o prazo vai até o dia 31 de março. Cada eleitor deve comparecer ao cartório de acordo com sua zona eleitoral, que consta no título de eleitor.

Biometria Vitória Espírito Santo (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)Biometria  (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)

O que é o cadastramento biométrico?

A biometria usa as impressões digitais para identificar o cidadão. O objetivo é ter mais segurança e evitar fraudes. No Brasil, a emissão de passaporte, de carteiras de identidade e o cadastro das Polícias Civil e Federal contam com sistemas biométricos.

Como funciona o recadastramento?

Para o reconhecimento individual, são coletados dados biométricos por meio de sensores que os colocam em formato digital. No caso do cadastramento feito pela Justiça Eleitoral, os dados são coletados por um scanner de alta definição. São coletados dados de todos os dez dedos da mão, mas apenas o indicador é utilizado para identificar o eleitor no momento da votação. A coleta das digitais dura poucos segundos.

Quem deve fazer o recadastramento?

O cadastramento biométrico é obrigatório para todos os eleitores, inclusive para aqueles que o voto é facultativo: os analfabetos, os eleitores entre 16 e 18 anos e os com mais de 70 anos.

O que acontece se eu não fizer o recadastramento?

O eleitor que não comparecer dentro do prazo estabelecido terá o título cancelado, será impedido de obter passaporte, de participar de licitações e tomar posse em cargos públicos. Haverá, também, impedimento para e se matricular em instituições públicas de ensino.

Que documentos tenho que levar?

Documento oficial de identificação e comprovante de residência atualizado. Não são aceitos a CNH como documento de identificação para a operação de alistamento (primeiro título) e o novo modelo de passaporte para qualquer operação eleitoral.

Se o meu município não estiver na lista do TRE-ES?

O recadastramento biométrico está sendo realizado gradativamente pela Justiça Eleitoral em todo o país. Os eleitores de municípios que ainda não realizaram o recadastramento obrigatório devem ficar atentos as convocações futuras do Tribunal.

Onde devo fazer o recadastramento?

Cada eleitor deve comparecer ao cartório de acordo a região onde mora. Os locais e datas podem ser encontrados no site do Tribunal.

Vitória

Data: até 31 de março de 2016;
Locais e horários: Cartório 1ª ZE –  Central de Cadastramento, avenida Nossa Senhora da Penha, 397, em Vitória e Cartório 52ª ZE – Centro Empresarial da Praia, Praia do Suá e Central de Cadastramento, em Vitória;
– Atende os bairros Ariovaldo Favalessa, Andorinhas, Bairro da Penha, Bairro de Lourdes, Barro Vermelho, Bela Vista, Bento Ferreira, Bonfim, Caratoíra, Centro, Consolação, Condusa, Conquista, Cruzamento, Eneada do Suá, Estrelinha, Floresta da Ilha, Fonte Grande, Forte São João, Fradinhos, Grande Vitória, Gurigica, Horto, Ilha das Caieiras, Ilha de Santa Maria, Ilha do Boi, Ilha do Frade, Ilha do Príncipe, Inhanguetá, Itararé, Jesus de Nazareth, Joana Dárc, Jucutuquara, Mário Cypreste, Maruípe, Monte Belo, Morro de São Benedito, Morro do Cabral, Morro do Moscoso, Morro do Quadro, Nazareth, Parque Moscoso, Nova Palestina, Piedade, Praia de Santa Helena, Praia do Canto, Praia do Suá, Resistência, Romão, Santa Cecília, Santa Clara, Santa Lúcia, Santa Luiza, Santa Martha, Santa Tereza, Santo André, Santo Antônio, Santos Dumont, Santos Reis, São Cristóvão, São José, São Pedro, Tabuazeiro, Universitário, Vila Rubim, Volta do Rabaióli.

Cartório 56ª ZE – avenida Norte-Sul, Jardim Camburi, em Vitória;
– Atende os bairros Aeroporto, Antônio Honório, Boa Vista, Goiabeiras, Goiabeiras Velha, Jabour, Jardim Camburi, Jardim da Penha, Maria Ortiz, Mata da Praia, Morada de Camburi, Ponta de Camburi, República, Santa Terezinha, Segurança do Lar e Solon Borges.

Das 9h às 18h, de segunda a sexta-feira; e das 10h às 18h, no sábado (somente na Central e no Cartório de Jardim Camburi – 56ª Zona)

Marechal Floriano

Data: até 29 de janeiro de 2016;
Locais e horários: rua Victor Travaglia, 371, em Marechal Floriano (das 8h as 17h);
Cartório Eleitoral de Domingos Martins, rua João Batista Wernersbach, 113, em Domingos Martins (das 11h as 18h).

São Roque do Canaã

Data: até o dia 22 de março;
Locais e horários: rua Lourenço Roldi, 296, em Sao Roque do Canaa (das 7h30 as 16h30);
Cartório Eleitoral de Santa Teresa, avenida José Ruschi, 37. em Santa Teresa (das 11h as 18h);
Cartório Eleitoral de Colatina, avenida Vitória, 44, em Colatina (das 11h as 18h).

Laranja da Terra
Data: até 26 de fevereiro;
Locais e horários: avenida Luiz Obermuller Filho, 85, no interior do Fórum de Laranja da Terra (das 8h as 16h);
Cartório Eleitoral de Afonso Cláudio, rua Anália Vieira de Souza, 275, em Afonso Claudio (das 11h as 18h).

Marilândia
Data: até 19 de fevereiro;
Locais e horários: Posto Eleitoral, rua Espírito Santo, 79, em Marilândia;
Cartório Eleitoral de Colatina, avenida Vitória, 44, em Colatina;
Das 11h as 18h.

Águia Branca
Data: até 18 de março;
Locais e horários: Avenida João Quinqui, 444, em Águia Branca – ao lado dos correios);
Das 7h as 16h.

São Domingos do Norte
Até o dia 22 de março no Porto Eleitoral, rua João XXIII, 36 em São Domingos do Norte (das 8h as 11h30 e das 12h30 as 17h);
Até o dia 18 de março no Cartório águia Branca, avenida João Quiuqui, 444, em Águia Branca (das 7h as 16h).

Água Doce do Norte
Data: até o dia 5 de fevereiro;
Locais e horários: Posto Eleitoral, Rua Alacy Costa, s/n, em Água Doce do Norte (das 9h as 18h);
Cartório Eleitoral de Barra de São Francisco, Rua Deolindo Dazila, 3, em Barra de São Francisco (das 11h as 18h).

Vila Pavão
Data: até 12 de fevereiro;
Locais e horários: avenida Quinze de Novembro, s/n, Vila Pavão (7h as 11h e das 12h as 16h);
Cartório Eleitoral de Nova Venécia, rua Eurico Sales, 230, em Nova Venécia (das 11h as 18h).

Mimoso do Sul
Data: até 4 de março;
Locais e horários: Cartório Eleitoral, Praça Coronel Paiva Gonçalves, 28, em Mimoso do Sul;
Das 9h as 18h.

Vila Valério
Data: até 12 de março
Locais e horários: avenida Padre Francisco, s/n, em Vila Valério (até 12 de fevereiro, de segunda a quinta-feira, das 11h as 17h, e sexta-feira das 7h as 13h; de 15 de fevereiro até 12 de março, de segunda a sexta-feira, das 9h as 18h)
Cartório Eleitoral de São Gabriel da Palha, avenida Lions Club, 252, em São Gabriel da Palha (das 11h as 18h)

Ponto Belo
Data: até 22 de março
Horários e locais: Cartório Eleitoral de Mucurici, rua Sóstenes Ferreira da Silva, 88, em Mucurici (das 9h as 18h)

.

Cadastramento biométrico não chega a 50% em 6 cidades.

.

Raquel Lopes

Em seis das 12 cidades do Espírito Santo que serão obrigadas a utilizar a biometria nas próximas eleições, a procura para realizar o cadastramento não chegou a 50%. A lista dos municípios que estão com baixo comparecimento é formada por Vitória, Águia Branca, Ponto Belo, São Domingos do Norte, São Roque do Canaã e Vila Valério.

Em algumas cidades, como Marechal Floriano e Água Doce do Norte, o prazo teve que ser prorrogado devido à pouca procura. Apesar disso, a assessora técnica da Corregedoria Regional Eleitoral, Jaqueline Nunes, avalia que os percentuais constatados estão dentro do esperado no interior do Estado.

“Está normal. Nos municípios em que está encerrando o prazo, atingimos cerca de 75% a 80% da revisão do eleitorado. Esse é o percentual esperado. Em alguns municípios a procura ainda está baixa, mas as pessoas têm um tempo maior para realizar o cadastramento”, afirma.

E muitas pessoas deixaram para procurar os cartórios eleitorais na última semana. Em Marilândia, no Noroeste do Estado, em que o prazo se encerrou ontem, a fila foi grande.

O lavrador Luis Gabriel precisou esperar bastante. Para ser o primeiro da fila, teve que chegar às 7h, mas o cartório só abria às 11h. “Eu não tive tempo de realizar o cadastro outro dia”, comenta.

De acordo com Jaqueline, a característica do eleitor é procurar o cartório na reta final. Mas para que isso não aconteça, está havendo um trabalho de divulgação nas cidades. “O trabalho que a gente faz é orientar para que o eleitor procure durante todo o período”, afirma.

Existem cidades em que mesmo faltando um mês para o prazo final, a procura é considerada boa. O cartório de São Roque do Canaã, também no Noroeste do Estado, apesar de ter um dos menores índices de comparecimento, registra filas e algumas pessoas precisam até voltar em outro dia.

Senhas

“Tem dia em que as pessoas precisam voltar pra casa porque as senhas já acabaram. Estamos esperando mais kits para aumentar o número de pessoas atendidas”, afirma a funcionária da prefeitura cedida para o Tribunal Regional Eleitoral, Gabriela Deolinda Zanetti.

Mesmo faltando um mês para encerrar o prazo, o ajudante geral Rogério Alves Barbosa, aproveitou a hora de folga: “Foi muito tranquilo. Espero que também seja fácil no dia da eleição para facilitar a vida das pessoas que irão votar”.

Em Vitória, procura está abaixo do esperado

Em Vitória, 38,92% dos 260, 546 eleitores realizaram o cadastramento. O prazo final vai até o dia 31 de março. Segundo a assessora técnica da Corregedoria Regional Eleitoral, Jaqueline Nunes, em Vitória a procura está menor do que o esperado.

“A cidade tem capacidade de atender 4 mil pessoas por dia, mas a procura está entre três mil a 3,2 mil pessoas”, afirma.

Na cidade, 114 pessoas foram contratadas para ajudar no atendimento que está sendo realizado em três pontos. Em Jardim Camburi são atendidos os moradores da área continental. Já na Enseada do Suá e na Central de Atendimento na Reta da Penha, o atendimento é voltado para quem reside na ilha.

A assessora acrescenta que as pessoas que quiserem realizar o alistamento ou a transferência de título para Vitória têm até o dia 4 de maio.

Fique de olho

Água Doce do Norte
De 9.598 eleitores, 7.409 (77.19%) se cadastraram. Término do prazo: 26 de fevereiro.

Laranja da Terra
De 9.192 eleitores, 5.350 (58,20%) se cadastraram. Término do prazo: 26 de fevereiro.

Marechal Floriano
De 12.314 eleitores, 7.875 (63,95%) se cadastraram. Término do prazo: 4 de março.

Mimoso do Sul
De 20.876 eleitores, 10.930 (52,36%) se cadastraram. Término do prazo: 4 de março.

Vila Valério
De 11.715 eleitores, 5.543 (47,32) se cadastraram. Término do prazo: 11 de março.

Águia Branca
De 7.772 eleitores, 3.632 (46.73%) se cadastraram. Término do prazo: 18 de março.

Ponto Belo
De 6.382 eleitores, 1934 (30,30%) se cadastraram. Término do prazo: 22 de março.

São Domingos do Norte
De 6.992 eleitores, 2.963 (42,38%) se cadastraram. Término do prazo: 22 de março.

São Roque do Canaã
De 9.871 eleitores, 3.918 (39,69%) se cadastraram. Término do prazo: 22 de março.

Vitória
De 247.291 eleitores, 94.863 (38,36) se cadastraram. Término do prazo: 31 de março.

Marilândia
Do total de 10.836 eleitores, 8161 (75,31%) se cadastraram. O prazo terminou nesta sexta-feira (19).

Vila Pavão
De 7.556 eleitores, 6.224 (82,37%) se cadastraram. Prazo terminou em 12 de fevereiro.

Não comparecimento

Quem não comparecer no prazo terá o título cancelado e ficará impedido de obter passaporte e tomar posse em cargos públicos, por exemplo.