Um novo conceito em aviões supersônicos tornaria possível voar de Nova Iorque a Londres em apenas 11 minutos — mais rápido do que deslocar-se do centro de Londres até os subúrbios.

60a3fb5a30bd3654568d1edf40011f48

O jato ‘Antipode’ é uma criação do designer canadense Charles Bombardier, que afirma ser possível realizar essa façanha graças a um fenômeno aerodinâmico chamado “Modo de Longa Penetração” (LPM na sigla em inglês).

A aeronave tem capacidade para 10 pessoas e poderia alcançar a velocidade Mach 24; seria 10 vezes mais rápida do que o Concorde e 24 vezes mais rápido que a velocidade do som. Aproximadamente 29.393 km/h.

Bombardier afirma que o avião decolaria de uma pista comum, mas usaria foguetes propulsores em suas asas para voar até alcançar 12.000 metros, ponto em que as coisas começariam a ficar bem mais interessantes.

“Ao alcançar esta altura, o computador de bordo da aeronave acenderia seu motor ramjet de combustão supersônica e aceleraria até alcançar a velocidade Mach 24”, diz ele.

Bombardier disse à revista Forbes que teve a ideia para esse projeto depois que um engenheiro especialista propôs a utilização de um fenômeno aerodinâmico inovador chamado “Modo de Longa Penetração” (LPM).

Jet Skiing through Flooded Park

Bombardier diz que a aeronave canalizaria o ar, que fluiria a uma velocidade supersônica através de um bocal em seu nariz, induzindo o fenômeno LPM e evitando o superaquecimento.

“As pontas das asas da aeronave também seriam equipadas com esses bocais lineares, para que o ar pudesse fluir através delas. Dessa forma, todas as superfícies protuberantes seriam esfriadas pelo LPM.”

Ele diz que a aeronave deve ser construída com materiais altamente resistentes ao calor e admite: “O LPM poderia ajudar a reduzir o calor, mas não o eliminaria completamente, mesmo que ele funcionasse sob perfeitas condições de voo.”

robwaugh74