O brasileiro de 24 anos que morreu em um avião que viajava de Lisboa, em Portugal, para Dublin, na Irlanda, tinha “40 mil libras [aproximadamente R$ 240 mil] em cocaína no estômago”, informou o jornal britânico Daily Mirror.

Segundo a publicação, pacotes teriam sido encontrados no corpo e enviados para análise após a autópsia.

Leia mais:

Brasileiro morde passageiro durante viagem e morre em avião

Os exames supostamente confirmaram que John Kennedy dos Santos Gurjão havia ingerido 800 gramas de cocaína. A droga estava envolvida em 80 pequenos sacos — e um deles teria se rompido.

O avião da companhia aérea irlandesa Aer Lingus fazia o trajeto entre a capital portuguesa e a irlandesa, quando Gurjão começou a sofrer convulsões e se comportar agressivamente.

A polícia da Irlanda informou ontem que o voo foi desviado para a cidade irlandesa de Cork, onde os paramédicos confirmaram que o jovem estava morto. Os passageiros disseram que ele havia mordido um homem que estava sentado perto dele e que membros da tripulação tentaram algemá-lo, antes de ele perder a consciência.

Um médico e uma enfermeira a bordo não conseguiram reanimar John Kennedy Gurjão. Além disso, a polícia de Cork prendeu uma mulher portuguesa de 44 anos que viajava com o brasileiro após encontrar dois quilos de anfetaminas em pó em sua mala. O passageiro mordido foi internado em um hospital de Cork, enquanto os outros 165 passageiros e seis tripulantes viajaram de ônibus para Dublin.

John Kennedy dos Santos Gurjão morreu em voo para Dublin (Foto: Reprodução/Facebook)