assalto-10set2015-dinheiroNa madrugada desta quinta-feira (10) foi recebida uma denúncia anônima relatando que havia uma movimentação suspeita que caracterizava um arrombamento a uma loja de cosméticos local, (Beleza Pura Cosméticos). Imediatamente, seguindo as informações do denunciante, policiais do 11º BPM deslocaram-se até o local, onde ainda soava o alarme, e constataram que o estabelecimento em questão havia sido invadido por meio de arrombamento na porta frontal.  Ao adentrarem o estabelecimento, não encontraram nenhum suspeito. Na sequência, pela placa do estabelecimento acionaram o proprietário que ainda não sabia do ocorrido, e que ao chegar ao local, constatou que haviam sido levados pequena quantia em dinheiro (R$ 76,00) , bem como dois aparelhos celular. Tão logo ter sido constatada a ação criminosa, a viatura saiu em ronda para identificar potencial ou potenciais suspeitos do crime. Chegando ao perímetro do bairro Ipiranga, o policial recebeu informações  preliminares do COPOM de que o autor do crime seria filho de um taxista local, o qual foi avistado poucos minutos depois no mesmo bairro. Sendo abordado pela atitude suspeita, o indivíduo se identificou como sendo de nome Douglas, o que foi logo descoberto que se tratava na verdade de um já velho conhecido da polícia, que já respondeu por outros crimes de igual natureza, quando na revista pessoal foram encontrados os objetos e valores questionados pela vítima,  e sendo posteriormente identificado como sendo Michel Julierme.

assalto-10set2015-ladrao-bMichel, ao avistar a viatura, tentou empreender fuga e agiu de forma apreensiva, o que foi determinante para que o policial investisse em persegui-lo e aborda-lo, e em face das respostas contraditórias quanto ao que teria sido encontrado em posse dele, confrontou-se as informações e foi-lhe dada voz de prisão, o qual reagiu em função de resistência física, obrigando o policial a recorrer ao uso da força para imobilizá-lo e conduzi-lo à DPJ.

Michel incorre em ser enquadrado nos crimes de invasão de domicílio, falsidade ideológica e roubo.

A denúncia anônima é uma arma em potencial para facilitar e agilizar a ação policial em  reprimir e desarticular crimes, um recurso que deve ser usado em função do bem estar social e que não custa absolutamente nada, mas vale muito.

Texto e fotos: Sitemantenópolis