TORCEDORES AGUARDAM EQUIPE DO VASCO, NO RIO DE JANEIROOs atos de revolta da torcida do Vasco não pararam nos protestos realizados durante a tarde em São Januário. Na noite desta sexta, a delegação do clube foi agredida por cerca de 30 torcedores na entrada do hotel onde ficará hospedada, na Lapa, região central do Rio de Janeiro.

Na chegada ao local, o ônibus que transportava jogadores e comissão técnica cruzmaltina foi recebido com ovos e tapas. Depois, ao descerem do ônibus, os atletas foram alvo da fúria dos torcedores, e quem se deu pior foi o zagueiro Rodrigo, que tomou um forte tapa na cabeça.

Jorginho e Zinho, técnico e auxiliar, tentaram conversar com os revoltados vascaínos a fim de acalmá-los. A conversa, porém, não evitou a chuva de xingamentos direcionada aos jogadores cruzmaltinos.

É a segunda ação da torcida vascaína nesta sexta-feira para protestar contra a atual situação do clube, lanterna do Campeonato Brasileiro com apenas 13 pontos. Durante a tarde, um grupo de cruzmaltinos quase invadiu a sede social do time, em São Januário, entoando gritos contra o presidente Eurico Miranda.