bettyMorreu na manhã deste domingo (13) em sua casa, no Rio de Janeiro, a atriz e ex-modelo Betty Lago, aos 60 anos. Vítima de um câncer na vesícula, ela lutava contra a doença há três anos. “E o dia amanheceu assim, triste e lindo ao mesmo tempo”, postouPatty Lago, a filha da atriz e ex-modelo na rede social Instagram. Betty também deixa um filho, Bernardo, fruto do seu casamento de 10 anos com o ator Eduardo Conde, que morreu em 2003. Betty será cremada nesta segunda-feira (14), às 15h, na Capela 6 do Cemitério de São Francisco Xavier, o Caju, no Rio de Janeiro.

Também na rede social, a ex-modelo Andrea Dellal postou: “Muito triste, minha amiga Betty Lago se foi…descanse em paz”. Em papo com a coluna, Dellal, que trabalhou com Betty no exterior por anos, lamentou: “Era uma mulher guerreira, maior que a vida, nunca deixou que a doença se abatesse sobre ela. Lutou até o fim. Perdi uma grande amiga. Quando Betty se mudou para a Europa para seguir com a carreira de modelo, ela morou na minha casa comigo e com a minha irmã. Nós nos ajudamos muito, vivemos momentos maravilhosos. Vou sentir muito a sua falta”, disse, emocionada.

Betty Lago e o namorado Clovys Torres ao lado do filho dela, Bernardo Conde (Foto: Divulgação)
Betty Lago com Dalma Callado e Andrea Dellal (Foto: Divulgação)

Outra modelo pioneira, Dalma Callado foi surpreendida com a notícia pela coluna. “Nós éramos muito amigas. Ela veio para a Europa depois de mim, mas sempre trabalhamos juntas, para os mesmos estilistas. Ela era uma personagem, uma mulher vibrante, cheia de garra, foi logo desejada pelos maiores designers da moda. Quando voltou ao Brasil, mergulhou nessa nova profissão, de atriz, e mostrou um talento imenso, inspirando tanta gente. É uma perda que não dá para ser medida”, afirmou. O estilista Alexandre Herchcovitch também se manifestou. “Ela era única. Nós te amamos”, escreveu ele em seu instagram.

Atriz e modelo, Betty foi uma das primeiras brasileiras a fazer sucesso no exterior (Foto: Divulgação e Reprodução)

Betty descobriu a doença em março de 2012, após ser internada com urgência sentindo fortes dores abdominais na clínica São Vicente, no Rio. Depois de uma cirurgia na vesícula, logo iniciou otratamento quimioterápico para o combate do câncer na vesícula e depois no fígado. Ela estava em seu apartamento, no bairro do Leblon, no Rio de Janeiro. “É um momento muito triste, estávamos confiantes de que ela sairia dessa”, disse à colunaGuilherme Linhares, que foi casado com a atriz. Há cinco meses ela namorava o ator Clovys Torres.

Betty, que estreou como atriz há mais de duas décadas após uma bem-sucedida carreira como modelo no exterior por 15 anos, nunca escondeu de ninguém que enfrentava a doença. Quase sem cabelo por conta do tratamento do câncer, ela continuou com a sua rotina. Confiante e otimista, foi fotografada várias vezes passeando sorridente na companhia de amigos com a cabeça raspada.

Carreira de modelo

No início da década de 1970, Betty foi descoberta pelo fotógrafoEvandro Teixeira e, sete anos depois, foi tentar a sorte no exterior. Passou 15 anos se dividindo entre as principais passarelas da França, Itália e Estados Unidos. Desfilou para estilistas como Pierre Cardin e Azzedine Alaïa, Valentino, Thierry Mugler, de quem inclusive foi musa. “Era uma modelo cheia de personalidade e uma mulher extraordinária. Trabalhou para mim diversas vezes. Fazia parte dessas brasileiras magnéticas”, disse Azzedine Alaïa. O estilista italiano Valentino, em conversa com a coluna, lamentou a morte da ex-modelo neste domingo (13): “Betty Lago foi uma das grandes musas que o Brasil deu à moda”.

Pioneira no mundo fashion, ela foi musa de vários estilistas. Ao centro, em desfile para Azzedine Alaïa (Foto: Divulgação e Reprodução)

Modelo de carreira internacional, surgiu pela primeira vez na televisão na pele da sofisticada Natália, na minissérie Anos Rebeldes (1992), de Gilberto Braga – ela já havia feito cursos de interpretação entre 1988 e 1991, na reta final de sua carreira de modelo. Dois anos depois era uma das protagonistas da novelaQuatro por Quatro, também na TV Globo. A parceria bem sucedida com o autor Carlos Lombardi continuou por diversas outras obras do novelista, como Vira-Lata, Uga Uga, O Quinto dos Infernos, Kubanacan, Pé na Jaca e Guerra e Paz.

Estreou como apresentadora de televisão com o programa GNT Fashion, que também dirigiu durante cinco anos, na GNT. A partir de 2005 passou a ser debatedora do Saia Justa, no mesmo canal. Atualmente apresentava o programa Desafio da Beleza, também no GNT, ao lado da modelo Mariana Weickert. “Estou com o coração despedaçado pela despedida da minha amiga, minha parceira…A tua história, tua garra, teu astral e força de viver foram sempre serão inspiradores. Descanse em paz minha amiga”, postou Mariana Weickert nas redes sociais.

Betty Lago e Rodrigo Santoro em "Amor está no ar", em 1997, e "Cinquentinha", em 2009 (Foto: Divulgação)
Betty Lago em "Anos Rebeldes" (Foto: Divulgação)
Betty com Claudia Jimenez, Giovanna Antonelli e Ana Carolina (Foto: Divulgação)

Ano passado, estreou no YouTube o programa Calma, Betty!, tratando assuntos sempre de forma muito bem-humorada. A atração tinha o formato parecido com o programa Pirei, que ela apresentava no GNT. Nos vídeos, ela foi dirigida pelo filho, Bernardo Conde, com quem já trabalhou no próprio Pirei.

Fonte: Época