camaramantenopolis-300x186A Câmara Municipal de Mantenópolis estará realizando no dia 01/07 ( quarta-feira ), às 18:00 horas, uma audiência pública, com objetivo de discutir: “O intenso tráfico de drogas, furtos e roubos que estão ocorrendo no Município”, estará presente o Exmo. Senhor Deputado Euclério Sampaio juntamente com a comissão permanente de segurança e proponente, da assembléia Legislativa de Estado do Espírito Santo e várias outras autoridades.

Apesar do intenso e ostensivo trabalho das polícias civil e militar, a escalada de crimes no município tem se intensificado de forma desproporcional à média tolerável, quando comparada aos mesmos períodos de anos anteriores A preocupação primordial faz referência aos jovens e adolescentes que estão sendo influenciados por veteranos do mundo do crime, um fenômeno justificável pelo descaso do governo federal em implantar medidas sociais sustentáveis e permanentes.

De um lado a polícia tem que reprimir efetuando prisões e dando garantia aos cidadãos do direito à proteção física e patrimonial, de outro a própria sociedade tem que se envolver mais nos eventos sociais, e usarem de seu direito de cobrar melhorias, de pressionar, de participar ativamente e massivamente dos eventos licitamente reivindicatórios, tendo em vista que estamos falando de questões que envolvem  interesses prioritários ao bem comum, que é o de formar cidadãos de bem, que contribuam efetivamente e exemplarmente em manter as regras doutrinárias que venham conduzir a nação nos caminhos da prosperidade. Mas não podemos falar em uma nação próspera enquanto as desigualdades sociais continuarem aviltando os menos desprovidos física, étnica e intelectualmente falando, e que tenham que viver teoricamente sob a égide da  seleção natural, na maioria das vezes, injusta e impiedosa.

O envolvimento de menores com o tráfico de drogas é apontado por especialistas em segurança pública como um dos maiores responsáveis pelo aumento nos últimos anos da entrada de crianças e adolescentes no mundo do crime. Na avaliação deles, a fragilidade do atual sistema de proteção social, a má qualidade dos ensinos fundamental e médio e a falta de iniciativas e programas governamentais para o atendimento de menores, tanto os que estão em situação de risco como os já inseridos no mundo do crime, são outros fatores que contribuem para o envolvimento de menores em crimes e delitos.