Um homem morreu após levar um tiro no olho e o principal suspeito é o sogro, que teria atirado para defender a filha e os netos das agressões do genro. O crime aconteceu, nesta terça-feira (26), em Povoação, balneário de Linhares, região Norte do Espírito Santo.

A Delegacia de Crimes Contra a Vida do município investiga o caso. Ninguém foi preso até esta quarta-feira (27).

Em depoimento, a esposa contou à Polícia Militar que o marido chegou do trabalho e começou a agredi-la, por volta das 17h.

Com medo, ela saiu com os filhos para a casa dos pais. O marido a seguido, levando uma arma de fabricação caseira e um facão, segundo a polícia.

Na casa dos sogros, o marido teria ameaçado familiares e, ao arrombar a porta do banheiro, apontou a arma em direção à companheira.

O pai dela interveio e atirou contra o genro, atingindo-o no olho esquerdo. Em seguida, ele fugiu.

No local, foram encontrados uma arma de fabricação caseira, com quatro cartuchos de pólvora e chumbo; e um facão – que estava ao lado do corpo da vítima.