juizO município de Barra de São Francisco/ES foi condenado a pagar ao ex-prefeito Waldeles Cavalcante e ao ex-vice-prefeito Paulo César Andrade, o Paulinho Caipora,os salários de novembro e dezembro de 2012 que estavam pendentes.

De acordo com a sentença que foi publicada no Diário Oficial do dia 11, no Caderno do Tribunal de Justiça, a prefeitura terá que pagar a Waldeles o total de R$ 4.710,82 acrescido de juros e correções monetárias, e a Paulinho Caipora o valor de R$ 13 mil, também acrescido de juros e correção monetária.

Os valores se referem aos seus vencimentos do final do mandato, que na época não puderam ser pagos, porque a Câmara Municipal se negou a votar a dotação orçamentária e tanto o prefeito, como o vice e servidores ficaram sem receber, apesar de no caixa da prefeitura ter na época mais de R$ 7 milhões. Muitos deles estão também lutando na justiça por seus direitos.

O juiz de direito Edmilson Rosindo Filho, que tem sido constantemente acionado por pessoas que sofrem arbitrariedades praticadas pela administração municipal, já bateu o martelo e a condenação foi publicada no Diário Oficial.

Também já entraram na justiça para receber seus salários atrasados os servidores Paulo Roberto Gomes de Farias, o popular Pogito;Erasmo Milli, João do Óleo, Joaquim Tebas de Freitas, Joel Ferreira da Silva, Emerson Deleprani, Múcio Alípio Emerich, Naor Rodrigues, Elvécio Andrade e Adenir Gomes de Moura.

A maioria já obteve o pedido deferido, mas a prefeitura recorre das decisões. Segundo informações de pessoas ligadas a administração, a prefeitura recorrerá até ao STF se for preciso, mas que não pagará os servidores que faziam parte da administração do ex-prefeito Waldeles.

Entretanto, no caso de Adenir Gomes de Moura, a prefeitura nada mais poderá fazer a não ser pagar, haja vista que sua assessoria jurídica perdeu o prazo para recurso e a sentença que condenou o município a pagar a Adenir o valor de R$ 13 mil, acrescido de juros e correção monetária, já está na fase da execução.

Muitos questionam os motivos de tanta dificuldade para pagar algumas dívidas. Primeiro foi retido os salários dos ex-servidores da prefeitura, alguns até hoje não receberam. Depois foram retidos os valores que deveriam ter sido repassados ao Abrigo dos Velhos. Também foram retidos os valores que deveriam ter sido repassados a APAE. que agora está fechada. Agora, já existe denúncias de que ele está sendo retido o cartão enviado pelo governo Federal para as pessoas que foram atingidas pela enchente, já que o restante da lista ainda não saiu.

condenação-02