Apresentacao-Vasco-Flamengo_LANIMA20110129_0062_26A política francisquense está caminhando para mais uma decisão do tipo Vasco x Flamengo – o clássico dos milhões – onde, na maioria das vezes, no Maracanã, o Flamengo vence e o resultado final é Vasco vice.

No caso da política de Barra de São Francisco (Maracanã), o prefeito Luciano Pereira (DEM) está no papel do Flamengo, já que tem vencido as últimas ‘batalhas’ contra o rival político Enivaldo dos Anjos (PSD), Vasco.

Luciano foi eleito deputado estadual e Enivaldo não conseguiu eleger o filho, Giuliano dos Anjos. Essa vitória foi fácil, pois o Vasco estava praticamente sem atacante, dificilmente faria um gol.

Depois, nas eleições municipais, onde o Flamengo venceu novamente, no finalzinho. Parece mesmo Vasco e Flamengo. Os torcedores Vasco, estavam já contando com a vitória e de repente, nos acréscimos, o Flamengo empatou e virou. Luciano venceu por poucos votos de frente, mas o bastante para garantir a administração municipal. Assim como no Vasco e Flamengo, teve torcedor que reclamou que o gol foi impedido, que o juiz roubou, que teve ajuda para o Flamengo ganhar, que o gol foi roubado, mas não teve jeito, Flamengo campeão. A essas alturas, tem torcedor do Flamengo repetindo as palavras do goleiro Felipe, “Roubado é mais gostoso”.

A situação do Vasco estava tão ruim que já tinha um ex-atacante que virou torcedor e já estava mudando de lado. Foi assim com o próprio Giuliano, filho de Enivaldo, que andou tirando fotos e declarando apoio ao grupo de Edinho e Luciano. Especialistas em futebol dizem que revolta é porque ele ficou no banco de reservas e não tinha mais vaga no como titular no time.

SiteBarra+Barra+de+Sao+Francisco+DSC2657Enivaldo0A última vitória do Vasco, digo, de Enivaldo, foi quando ganhou a presidência da Câmara Municipal, quando escalou para o ataque o vereador Carlim da dengue (PMDB). O atacante foi feliz naquela ocasião, mas hoje, parece estar a ponto de aposentar as chuteiras, já que não faz um gol há bastante tempo. Tem ficado no banco, só assistindo e nada consegue fazer para ajudar o time. Em alguns casos, esse atacante atua como se fosse um gandula, como por exemplo, no projeto que tomou o Pólo Industrial de volta para o município.

O atacante do Vasco, digo, o presidente Carlim da dengue, segurou a bola, digo engavetou o projeto, na tentativa de ‘fazer cera’. Não teve jeito, com a bola rolando, o Flamengo venceu de goleada o Vasco, com alguns gols contra, que que Enivaldo tinha alguns vereadores aliados na casa, mas o projeto foi aprovado por unanimidade. Mais uma vez o poder político de Luciano foi maior que o de Enivaldo.

Agora, para a próxima disputa, digo, para a eleição de deputado estadual, Enivaldo tentará garantir uma vaga na Assembleia Legislativa. É exatamente como o Vasco, sempre na esperança de que agora vai. Mas o Flamengo, digo, Luciano, pode novamente fazer o time rival amargar mais um vice.

E sabe como o Flamengo, ops, digo, Luciano, vai escalar seu time? É simples, ele vai jogar no esquema 4 4 2, mais conhecido como “minar o adversário”.

Já que não tem um atacante de peso, para ganhar a eleição, Luciano deve apostar em vários candidatos, a maioria com baixa média de votos, apenas para tirar votos do adversário. Ele deve apoiar alguns nomes da cidade e também de cidades vizinhas, onde, teoricamente, Enivaldo tem chances de votos. A ideia é dividir, inclusive apoiando candidatos de fora, para que assim o adversário fique sem muita opção.

SiteBarra+Barra+de+Sao+Francisco+luciano-pereira0

Os planos de Luciano têm chance de dar certo e ele já conta com vários nomes, em Barra de São Francisco, Ecoporanga, Mantenópolis, Água Doce do Norte, São Gabriel da Palha, Águia Branca, entre outras cidade.

Restará a Enivaldo buscar reforço de fora, já que, só em Barra de São Francisco, devem ser lançados aproximadamente 7 candidatos a deputado estadual. Se alguns deles será eleito? Dificilmente sim, mas como em outros jogos, o Flamengo joga pelo empate. Os planos de Luciano não são exatamente marcar um gol, digo, eleger um deputado, mas impedir que o adversário marque um gol, digo, seja eleito.

É aguardar o fim do jogo para saber se o Flamengo conquistará mais um título e deixar o Vasco novamente como vice, ou se o Vasco quebrará o jejum de títulos.

Coincidências a parte, fora das quatro linhas, Enivaldo dos Anjos torce pelo Vasco e Luciano Pereira é Flamenguista.