gemeosUm inquérito policial foi instaurado para investigar a morte dos irmãos gêmeos Felipe e Tiago Rosa Venâncio, de 7 anos, arrastados por uma enxurrada na última quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014, no Distrito de Vila Paulista, em Barra de São Francisco. O delegado da 14ª Delegacia Regional do município, Carlos Pedro Alcântara Filho, disse que já requereu o laudo cadavérico dos irmãos para saber a causa da morte.

De acordo com Alcântara, serão ouvidos os pais das crianças para saber o que elas faziam, sozinhas, no momento do temporal, além das pessoas que as socorreram e os policiais militares que atenderam a ocorrência.

Também será investigada uma informação divulgada na internet de que os meninos teriam sido deixados na estrada por um ônibus escolar. Segundo informações da direção da escola, os meninos estudam de manhã e o incidente aconteceu a tarde. A secretaria municipal de Educação ainda não informou se realmente as crianças eram deixadas longe da residência todos os dias e tinham que caminhar grande distância para chegar em casa.

Tragédia

A tragédia deixou a família e a pequena comunidade de Vila Paulista abaladas. Ontem, os irmãos gêmeos Felipe e Tiago foram velados em uma igreja do distrito, e seus corpos serão enterrados na manhã desta sexta-feira (21).

gemeos-sitebarra

Os gêmeos foram levados em cima de uma caminhonete até o pronto-socorro do município, mas não resistiram aos ferimentos. Felipe e Tiago eram os únicos filhos de Sônia Rosa da Silva. “Eles não se largavam e tinham muita saúde” A avó materna dos gêmeos, Rita Rosa da Silva, diz que eles foram tomar água, e como demoraram a mãe deles os procurou, mas não os encontrou dentro de casa. “Ela saiu desesperada procurando por eles. E quando achou um deles, já estava soterrado na valeta”.

Dona Rita diz que os meninos estudavam e sempre brincavam juntos. “Eles não se largavam. Se um estava dormindo o outro ficava perto. Foi um choque muito grande. Tinham muita saúde, eram espertos e inteligentes”, conta a avó.