casa desabrigadosO número de capixabas que precisaram sair de suas casas e ainda não puderam retornar é 44.577. Destas, 6.471 continuam em abrigos e 38.106 ainda estão em casas de parentes e amigos. O levantamento das pessoas afetadas continua prejudicado pela dificuldade de acesso a muitas localidades, algumas isoladas pela intensa inundação que sofreram, sem comunicação, água potável e energia elétrica.

São 24 o numero de vitimas fatais confirmadas e segundo a Defesa Civil do município de Baixo Guandu, duas pessoas continuam desaparecidas. As vitimas fatais são Três em Baixo Guandu, Quatro em Barra de São Francisco, Oito em Colatina, uma em Domingos Martins, seis em Itaguaçu, uma em Nova Venécia e outra em Pancas.

São 54 o numero de municípios que foram mais afetados pelas chuvas e são eles: Afonso Claudio, Agua Doce do Norte, Águia Branca, Alto Rio Novo, Aracruz, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Bom Jesus do Norte, Brejetuba, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Colatina, Conceição da Barra, Conceição do Castelo, Domingos Martins, Ecoporanga, Fundão, Governador Lindemberg, Guarapari, Ibatiba, Ibiraçu, Itaguaçu, Itapemirim, Itarana, Jeronimo Monteiro, João Neiva, Laranja da Terra, Linhares, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Marilândia, Muniz Freire, Nova Venécia, Pancas, Presidente Kennedy, Rio Bananal, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São Mateus, São Roque do Canaã, Serra, Sooretama, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Viana, Vila Pavão, Vila Valério, Vila Velha e Vitória.

A Secretaria Nacional de Defesa Civil cessou todos os alertas de enxurrada e inundação, emitindo somente alertas de Risco de deslizamento de terra nas regiões com houveram mais chuvas. Os coordenadores de Defesa Civil dos municípios foram informados acerca dos procedimentos de avaliação contínua dessas áreas e, caso necessário, evacuação emergencial.

O governo decretou Situação de Emergência em todas as áreas afetadas por desastres decorrentes das últimas chuvas.

A Defesa Civil Estadual mantém o auxilio aos órgãos municipais de proteção e defesa civil. No site da Defesa Civil Estadual (www.defesacivil.es.gov.br) o cidadão consegue acessar todos os contatos das defesas civis municipais. A solicitação para atendimento também pode ser feita diretamente via CIODES pelo número 193.