Enchente-300x225Os moradores dos 45 municípios que decretaram estado de calamidade ou situação de emergência durante as fortes chuvas que atingiram o Espírito Santo poderão sacar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) nos próximos dias.

De acordo com o superintendente da Caixa no Estado, Antônio Carlos Ferreira, conforme entrevista à Rádio CBN Vitória, o valor é de até R$ 6.220 por morador, contanto que ele não tenha sacado o benefício nos últimos 12 meses em decorrência de tragédias semelhantes, à exemplo da cidade de Vila Velha, que contou com a liberação do FGTS em junho de 2013, por conta das chuvas que atingiram o município em março daquele ano.

Leia também:

ES: Municípios afetados pela chuva poderão antecipar FGTS

Para a retirada do FGTS, será obrigatória a apresentação de carteira de identidade, CNH ou passaporte, comprovante de residência ou comprovante da prefeitura e carteira de trabalho. Para quem mora de aluguel, o contrato de locação pode ser apresentado.

De acordo com o superintendente, a liberação do benefício acontecerá fora das agências da Caixa, em regime de mutirão. Em cidades que não têm serviço do banco, uma agência móvel foi montada para prestar atendimento à população.

 

A Caixa Econômica Federal aguarda o envio da documentação, até o dia 10 de janeiro, por parte dos municípios, que define quais bairros ou ruas terão acesso ao benefício.