Mais de 3 mil pessoas tiveram prejuízos com a chuva que caiu nos últimos dias em Pancas, na região Centro-Oeste do Espírito Santo. Segundo relatório atualizado da Defesa Civil Estadual, divulgado na manhã desta segunda-feira 19/11, mais de 450 pessoas foram desalojadas.

No domingo (18), o prefeito de Pancas decretou situação de emergência. Segundo a Defesa Civil Estadual, nesta segunda os cidadãos começaram a retornar para suas residências. “Nós temos um levantamento de 217 famílias prejudicadas”, afirmou o coordenador da Defesa Civil, Diego Garcia do Nascimento.

Chorando ao ver a casa coberta de lama, a aposentada Raimunda Fernandes desabafa: “Nunca vi tanta água. A casa foi enchendo depressa”. Já a moradora Rosângela da Silva conta como a família passou a noite do temporal. “Ficamos a noite inteira acordados e vigiando a água subir. Quando parou, começamos a a tirar água e lama”, lembrou.

Durante o temporal, carros foram arrastados, ruas cobertas de barro e moradias invadidas por lama e entulho. Em meio ao desespero, os moradores tentam recomeçar e contam com ajuda de desconhecidos. “Nós somos solidários a quem precisa nessa hora”, disse Rachel Avelino, que não foi prejudicada pelas chuvas.

Em Guarapari, a enxurrada deixou 10 pessoas desabrigadas e 40 foram desalojadas, segundo a Defesa Civil. A chuva danificou duas edificações.

Nesta segunda-feira choveu fraco em alguns pontos do estado na madrugada, mas, segundo a previsão do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), o sol aparece pela manhã, apesar das condições para chuva rápida ainda persistirem. Não há expectativa de chuva para a faixa leste no período da tarde, que tem sol e variação de nuvens.

Nas demais áreas do estado, a previsão é de aumento de nebulosidade e pancadas isoladas de chuva a partir da tarde. As temperaturas variam entre 15°C e 23°C na região Serrana e vão de 17°C a 30°C nas demais regiões.

Veja algumas fotos: