A situação política de alguns candidatos em Barra de São Francisco ficou complicada, principalmente depois do duplo registro de coligação do PSB, partido do governador Casagrande.

O partido, através da executiva estadual, declarou apoio e definiu coligação com Enivaldo dos Anjos (PSD). O PSB então coligou na proporcional com PDT, PSC e PR. Dos candidatos do partido, apenas o vereador Dêgo Neri (PSB), colocou seu nome ata.

Do outro lado, o diretório municipal, que é provisório, através do seu então presidente Uander Bofe, coligou com Pereirinha (DEM),com o nome de Bofe como vice. Segundo os representantes do partido no município, por uma decisão unanime o apoio foi declarado a Pereirinha.

Na tarde desta quinta-feira, 5 de julho de 2012, Bofe foi destituído da presidência. O partido comunicou ao TRE essa decisão. Como o registro foi feito em duplicidade, cabe a justiça eleitoral definir qual o destino do partido.

Caso decida para a coligação com Pereirinha, o registro da candidatura do vereador Dêgo Neri pode ser indeferida e ele não concorrer nessas eleições. Caso a justiça decida que o que vale é o que a Executiva Estadual escolheu, quem pode perder o direito de concorrer é o vereador Sargento Quenídio. Dessa maneira, pelo menos um dos vereadores que estão hoje na câmara municipal pode ficar de fora e sem mandato para o próximo ano.