Com o noticiário nacional focando os estragos das chuvas, principalmente no estado de Minas Gerais onde cerca de 40 cidades estão sob alertam, não seria diferente a preocupação dos mantenenses com a quantidade de água que já caiu do céu nos últimos 5 dias, isto é, agravados por um terreno já encharcado com as chuvas de Novembro e Dezembro.

Desde o último dia 29 de Dezembro, não passam 10 horas sem que a chuva caia sobre a cidade. Na quinta-feira dia 29 foram 23.8 milímetros, na sexta dia 30,2 milímetros, no sábado dia 31, foram 50,2 milímetros, no domingo dia 1º de Janeiro foram 9,4 e nesta segunda-feira dia 2 foram registrados pela Estação Meteorológica cerca de 21,6 até as 22 horas totalizando nestes cinco dias cerca de 135,2 milímetros ou seja já choveu mais de 135 litros por metro quadrado. A situação é complicada com vários bairros sendo afetados pela lama e o barro que descem das encostas, o mesmo acontecendo com a possibilidade de barreiras e barrancos colocarem famílias em risco.

Moradores dos bairros Vila Florindo e Filadélfia estão tendo problemas com a situação das vias, uma imensa poça cercada por lama vem dificultando a passagem próximo do numero 350. Na mesma via, uma queda de barreira coloca em risco o asfalto que foi realizado há poucos meses, pois com a queda de uma árvores na encosta, parte do barranco cedeu e a erosão avança sentido a via pública. As chuvas continuam e a população deve ficar atenta a qualquer sinal de risco pois o solo já está bastante encharcado.