Depois de uma quinta-feira sem chuva, a população de Barra de São Francisco esperava um fim de semana mais tranquilo, o que não aconteceu, pois voltou a chover nesta sexta-feira, 02 de dezembro de 2011.

A chuva começou por volta das 17 horas e não parou até a madrugada. O nível do rio voltou a subir, o que deixou alguns moradores preocupados, pois na semana passada, muitas residências foram invadidas pela água da chuva.

No bairro Campo Novo, onde a situação ficou mais crítica, moradores começaram a levantar os móveis, temendo uma nova enchente.

Leia também:

Inundação: água bate na cintura no Campo Novo. veja as fotos

 

Muro entre a Igreja Católica e o Ministério Público cai depois de chuvas

 

Defesa Civil condena trecho da Rua Santos Dummont, no Cruzeiro

 

Evolução do nível do rio preocupa moradores na Beira Rio

 

Segundo o Incaper – Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural, as chuvas que atingiram o Espírito Santo em novembro ultrapassaram a média esperada para o mês.  Espírito Santo teve cerca de 15 a 20 dias de chuva e houve um aumento da cobertura de nuvens e uma diminuição das temperaturas.

Para se ter uma ideia, segundo a Cesan, em Barra de São Francisco, em um único dia choveu certa de 105mm. Na enchente de 2010, choveu 150mm em dois dias.

Ecoporanga foi o município em que mais choveu, enquanto a região Sul foi a única que ficou abaixo da média esperada. A Defesa Civil informou que está monitorando os municípios para detectar áreas de risco e dar o suporte necessário à população atingida.

Como agir em casos de enchentes

– Encaminhe-se imediatamente para um lugar seguro;
– Evite contato com água da enchente a fim de evitar contaminações como leptospirose e doenças de pele;
– Beba somente água filtrada ou fervida;
– Guarde os produtos de limpeza e alimentos fora do alcance das águas e não os utilize caso tenham sido atingido;
– Se houver muita infiltração na casa e acontecer rachaduras nas paredes ou escutar algum barulho estranho, abandone sua residência;
– Não toque em equipamentos elétricos que estejam ligados à rede elétrica;

Procedimentos após as enchentes
– Ao término da enchente, busque orientação da Defesa Civil sobre o retorno para sua residência.
– Para descontaminar os locais e caixa de água, utilize uma colher de sopa de água sanitária para cada litro de água;
– Jamais reaproveite a água da enchente;
– Enquanto não for liberado o consumo da água da rede pública, beba somente água engarrafada, fervida ou clorada. Um minuto em fervura mata a maioria dos microorganismos