Os produtores receberão mudas e terão acesso a crédito. Mais de 60 propriedades foram atingidas pela chuva de granizo em São Domingos do Norte

O Governo do Estado anunciou que vai prestar ajuda aos agricultores de São Domingos do Norte, que tiveram suas lavouras destruídas pelo temporal do último sábado. Segundo o secretário estadual de Agricultura, Enio Bergoli, a secretaria irá prestar total assistência técnica na recuperação das lavouras, desde a distribuição de mudas de café, em parceria com o Incaper e a prefeitura, até a liberação de crédito rural em parceria com os bancos que operam esta modalidade.

“Já entramos em contato com o Banestes, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Bandes e Sicoob e acordamos a oferta do crédito rural com linhas especiais para que os agricultores tenham condições de obter crédito com juros que variam de 2% (para agricultores familiares) até 6,25% (médios) e 6,75% (grandes), com prazo de até três anos para começar a pagar o empréstimo. Para isso, eles terão que apresentar o laudo de danos elaborado por profissionais do Incaper que irão visitar as propriedades”, explicou Enio.

O secretário também garantiu que serão doadas estacas de material genético para viveiristas privados e produtores treinados para preparar suas próprias mudas. Conforme levantamento inicial feito pela secretaria, 67 propriedades rurais foram severamente atingidas pelo fenômeno, sendo as lavouras de café as mais prejudicadas. Estima-se que cerca de 600 mil covas estejam danificadas, o que representa um prejuízo de R$ 8 milhões. Em algumas plantações houve 100% de perda.

São Domingos do Norte possui atualmente seis mil hectares plantados de café conilon, em cerca de 1.150 propriedades. A produção do ano passado foi de 150 mil sacas. O município também tem como atividades agrícolas: citricultura, fruticultura, pimenta-do-reino, eucalipto, seringueira e cacau.