A forte chuva que atingiu Linhares na tarde desta quarta-feira (16) levou ao alagamento de vários pontos na cidade, inclusive, uma área onde são construídas mais de 1,5 mil casas populares, no bairro Aviso, às margens da estrada Linhares-Pontal do Ipiranga. As estruturas são feitas pelo programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, em parceria com a prefeitura de Linhares. Os responsáveis pela obra garantem que, quando as moradias forem entregues às famílias, haverá toda infraestrutura necessária disponível.

Ainda não há moradores no local. A previsão é de que as casas sejam entregues em dezembro e 2012. Ao todo, são 1.592 residências que devem abrigar cerca de dez mil moradores. Na manhã desta quinta-feira (18), poucos funcionários trabalhavam nas obras das casas devido ao alagamento.

 

Em nota, a prefeitura de Linhares informou que é responsável apenas pelo fornecimento de água, a construção da rede de esgoto e a liberação da documentação das casas. O executivo destacou que a responsabilidade pela área é da Caixa Econômica Federal.

A Caixa informou que todos os empreendimentos de responsabilidade da instituição, antes do início das obras, têm os projetos aprovados pela prefeitura de Linhares, o Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema), EDP Escelsa e Sistema Autônomo de Água e Esgoto (Saae).

“Os projetos de infraestrutura do empreendimento Mata do Cacau e Rio Doce [como é denominado o conjunto de casas], incluindo pavimentação, captação de água pluvial e drenagem, estão com os recursos aprovados e garantidos e serão executados dentro do cronograma de obra, aprovado pela engenharia da Caixa. Quando forem entregues,  as famílias que ocuparão as casas contarão com toda a infraestrutura necessária”, finaliza a nota.