Uma pesquisa da Federação do Comércio do Espírito Santo apontou que 61% dos capixabas estão endividados. Nesta quarta-feira (28), O Instituto Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Cariacica lança o Núcleo de Tratamento de Dívidas, que inicia as atividades no bairro Alto Lage. O evento vai até 17h30.

O fórum de debates é aberto a todos que queiram tirar dúvidas ou participar da discussão. O evento é realizado no auditório do Sest/Senat, em Alto Lage e tem palestras e debates sobre o consumo consciente com a sociedade. Segundo o Procon, o Núcleo de Tratamento de Dívida em Cariacica tem objetivo de oferecer atendimento diferenciado para quem está endividado e quer resolver suas pendências.A partir do atendimento, o Procon pretende promover audiências de conciliação, entre o consumidor e o credor, tentando buscar a melhor forma de solucionar o problema entre ambos. De acordo com a assistente jurídica do Procon, já existem alguns Núcleos de Tratamento de Dívidas pelo país, e no Espírito Santo esta é a primeira iniciativa do gênero.

Durante o lançamento do Núcleo haverá atividades das 13h às 17h30 no auditório do Sest/Senat, em Alto Lage. São 150 vagas para participar das palestras. As inscrições podem ser feitas pelo telefone 3346-6324 ou pelo endereço de e-mail procon@cariacica.es.gov.br.

Endividados

O número de famílias endividadas na Grande Vitória manteve-se estável em setembro frente ao mês anterior, de acordo com pesquisa da Federação do Comércio do Estado do Espírito Santo (Fecomercio/ES). O indicador permanece no patamar de 61%. Frente ao mesmo período de 2010, o endividamento foi menor que em 2011, 59%.

Já o percentual de inadimplentes caiu novamente, desta vez, três pontos percentuais (18%).

O percentual de famílias que não terão condições de honrar seus compromissos caiu para 5%, o menor percentual desde que a pesquisa começou a ser apurada em janeiro de 2010.

Segundo a pesquisa, a parcela de comprometimento da renda com dívidas para as famílias, que vinha no patamar próximo de 30% nos meses anteriores, caiu para 27,3%. Como o ideal é que esse percentual não ultrapasse 30% da renda familiar, podemos dizer que a renda está num nível razoável de comprometimento.

O percentual de famílias que afirmaram possuir dívidas com o cartão de crédito alcançou 88% em setembro, o maior percentual da série. Mais uma vez houve aumento na utilização do cartão de crédito, que é uma modalidade de crédito com juros maiores e prazos mais curtos, um dos maiores responsáveis pelo aumento do endividamento em setembro. O segundo tipo de dívida que as famílias têm é o carnê, com 27,6% das famílias.

A melhora dos números da inadimplência pelo segundo mês consecutivo e da capacidade de pagamento, que mostrou o menor nível desde que a pesquisa começou em janeiro de 2010, indica que as famílias, embora mais endividadas, possuem mais controle sobre a situação. Outro indicativo desta situação é a queda na parcela de comprometimento da renda familiar mensal, que vem caindo desde junho de 2011, quando ultrapassou a marca dos 30%.

Para o presidente da Fecomércio/ES, José Lino Sepulcri, esses fatores mostram a melhora na qualidade do endividamento das famílias. “Ter dívidas não é necessariamente ruim, o perfil da dívida é o que é mais importante”, relata.

Programação

13h – Credenciamento

13h30 – Abertura e composição de mesa

14h – Palestra sobre ”Consumo Consciente do Crédito” com Francisco Calazans Araújo Junior, superintendente de relacionamento com o Sistema de Defesa do Consumidor do Itaú-Unibanco e diretor setorial de ouvidoria e relações com clientes da Febraban.

15h – Palestra sobre ”Superendividamento” com Marcella Lopes de Carvalho Pessanha Oliboni, defensora pública do Estado do Rio de Janeiro

16h – Debates com mediação de Sandra Lemgruber da Silva, promotora de Justiça do Estado do Espírito Santo

17h – Encerramento

17h30 – Coffee End

Serviço

Lançamento do Núcleo de Tratamento de Dívidas e o Fórum de Debates do Procon

Local: Auditório do Sest/Senat, em Alto Lage

Dia: Quarta-feira (28)

Inscrições: São 150 vagas para participar das palestras e as inscrições podem ser feitas pelo telefone 3346-6324 ou pelo endereço de e-mail procon@cariacica.es.gov.br .