Uma adolescente de 15 anos morreu no fim da manhã desta segunda-feira (17) após ser arrastada por cerca de dois quilômetros por um ônibus escolar na zona rural de Caibi, no Oeste catarinense. De acordo com a Polícia Militar, a suspeita é de que o casaco de Samanta Melissa Cansi tenha ficado preso à porta. O motorista do veículo foi preso em flagrante por homicídio culposo no trânsito.

Conforme a PM, o ônibus pertence à Prefeitura de Caibi. A Secretaria Municipal de Educação disse que não havia ninguém que pudesse falar sobre o assunto na tarde desta segunda.

Segundo os policiais, apenas um aluno estava no coletivo e ele dormia na hora do ocorrido. E o motorista não teria percebido o acidente. Garoava no momento e o veículo trafegava por uma estrada de chão.

Os pais da menina estranharam a demora da estudante em voltar para casa e ligaram para o motorista, que informou tê-la deixado no ponto próximo à residência da família. Os pais foram ao local, segundo a PM, e não a encontraram.

O corpo foi achado pelos pais e avós, com múltiplas fraturas, a cerca de dois quilômetros do ponto de ônibus. Em estado de choque, os familiares foram levados para um hospital.

O corpo dela foi encontrado pelos pais e avós que, estranhando a demora, resolveram procurá-la no caminho.

As aulas das redes estadual e municipal foram suspensas nesta terça-feira (18).