Foto: Guilherme Caldeira Landeiro

Por Luiza Marcondes, G1 ES

O registro de um navio que fazia uma manobra no Porto de Vitória, na quarta-feira (15), chamou a atenção dos internautas pela proximidade da embarcação com a Avenida Beira Mar, no Centro da Capital.

O registro foi feito pelo advogado Guilherme Caldeira Landeiro.

Navio estava há 80 metros de avenida

De acordo com a Autoridade Portuária de Vitória (Codesa), todos os navios entram e saem acompanhados por rebocadores e guiados por práticos por causa das especificidades do Canal de Vitória.

A Codesa afirma que chamou a atenção na foto foi o ponto de vista do autor do registro, porque a embarcação estava há 80 metros da avenida.

No caso de navios mais longos, essa aproximação pode chegar a 60 metros de distância da mureta da avenida.

Um vídeo mostra a manobra feita pelo navio, no dia em que a foto foi registrada por Guilherme.

“Não há possibilidade de nenhum navio avançar porque a profundidade vai diminuindo, ou seja, quanto mais perto da avenida, mais raso fica e o navio poderia encalhar”, informou a autoridade por nota.

Toda a área de manobra do porto tem raio de 250 metros e a distância da margem entre Vitória e Vila Velha, onde a área do porto está compreendida, tem 400 metros de distância.

O navio

O navio da imagem é o Taipan, que chegou em Vitória carregado por 900 veículos importados, máquinas e tratores. Não foi informado o dia que a embarcação chegou a capital do Espírito Santo.