Veículos apreendidos no Espírito Santo serão leiloados se donos não os buscarem em 60 dias

Imprimir
Compartilhar
Atualizado em 5 de julho de 2018
Luiz Carlos Moreira (Rei)


Os veículos apreendidos pela polícia cujo dono não reclamar a sua posse dentro de 60 dias serão leiloados. O objetivo é diminuir a quantidade de automóveis que atualmente estão parados nos pátios do Detran e na frente das delegacias da Polícia Civil.

De acordo com o diretor-geral do Detran-ES, Romeu Scheibe Neto, serão leiloados prioritariamente os veículos que estão no pátio da Polícia Civil, em Alterosas, na Serra. Com isso, os carros que estão na frente das delegacias serão encaminhados para esse local.

Veículos apreendidos pela polícia serão leiloados caso proprietários não forem buscá-los dentro de 60 dias | Foto: TV Vitória

“Esse ato normativo vai viabilizar que o Detran passe, a partir de agora, a atuar na venda desses veículos que estão apreendidos. O primeiro movimento operacional que a gente vai fazer é justamente atacar o pátio de veículos apreendidos da Polícia Civil, promover o esvaziamento desse pátio, para poder liberar espaço para que esses veículos que hoje estão em frente de delegacia possam ser alocados num local de destino correto”, afirmou.

Já o secretário estadual de Segurança Pública, Nylton Rodrigues, disse que a ideia é esvaziar os pátios em até 60 dias. “O proprietário do veículo terá 60 dias para reclamar a posse de seu veículo. Caso isso não ocorra, nós não vamos ficar mais guardando esse veículo por anos. Nós vamos sim fazer os leilões eletrônicos. Então nós teremos um prazo aproximado de 60 dias para vocês começarem a perceber um esvaziamento das nossas delegacias, dos nossos depósitos”, ressaltou o secretário.

A realização dos leilões será possível a partir da assinatura de um Ato Normativo Conjunto entre o Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo (TJES), Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) e  Polícia Civil do Espírito Santo (PCES).

A assinatura do ato acontece um dia após quatro suspeitos de furtar peças de carros que estavam parados próximos a delegacias da Grande Vitória serem presos. Duas tentativas de furto aconteceram em Cariacica e duas em Laranjeiras,  na Serra.

Entre os detidos estão Ivan Augusto de Almeida Fernandes, de 23 anos, e Amilton Vieira de Amorin Júnior, de 26, suspeitos de retirar peças, como faróis, lanternas, alto-falante, bateria, central multimídia e até um capô de veículos apreendidos, que foram levados para uma área próxima à Delegacia Regional da Serra.

Clique aqui e compartilhe com seus amigos do Facebook

Veja outras matérias sobre: Destaques, finanças, Geral, Polícia, Região,