Espírito Santo tem quase seis mil criminosos foragidos ou procurados, aponta CNJ

Imprimir
Compartilhar
Atualizado em 28 de junho de 2018
Caroline S. Menezes


Em meio a essa estatística está Edinei Marques Gregório, de 37 anos. Ele é procurado pela polícia há anos, condenado pelo crime de latrocínio.

(acima) Ananias Cardoso de Castro; Andre Carolino da Silva, Diego da Silva Carvalho; Edinei Marques Gregório; Jonathan Santana Marinho. (Abaixo) José Antonio Ramos da Silva; Kennedy Martins Romania; Marco Antonio Rodrigues Galdino; Mauricio Geciano Rodrigues; Willian Magno Guarino. (Foto: Divulgação/ Sesp)

(acima) Ananias Cardoso de Castro; Andre Carolino da Silva, Diego da Silva Carvalho; Edinei Marques Gregório; Jonathan Santana Marinho. (Abaixo) José Antonio Ramos da Silva; Kennedy Martins Romania; Marco Antonio Rodrigues Galdino; Mauricio Geciano Rodrigues; Willian Magno Guarino. (Foto: Divulgação/ Sesp)

O Espírito Santo tem mais de 5,8 mil suspeitos de cometerem algum tipo de crime fora da prisão. Desse total, 797 são foragidos e outros 5.036 procurados pela Justiça. As informações fazem parte do Banco Nacional de Monitoramento de Prisões do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Em meio a essa estatística está Edinei Marques Gregório, de 37 anos. Ele é procurado pela polícia há anos, condenado pelo crime de latrocínio. Ednei, junto com seus comparsas, participou de um assalto que deixou dois mortos em um shopping de Vitória, em janeiro de 2009.

Eles tentaram roubar três vigilantes de uma empresa que faziam o transporte de malotes de aproximadamente R$ 130 mil dentro do shopping. Os criminosos atiraram nos três vigilantes e em um policial civil que tentou conter a ação. Dois vigilantes foram mortos e um menor foi ferido na troca de tiros.

Ednei quando foi preso em janeiro de 2009 (Foto: Alex Nepomuceno/ Arquivo TV Gazeta)

Ednei quando foi preso em janeiro de 2009 (Foto: Alex Nepomuceno/ Arquivo TV Gazeta)

Edinei foi condenado a 25 anos de prisão em regime fechado e ao pagamento de multa, pelo crime de latrocínio (roubo, seguido de morte), mas não ficou preso. Até hoje, ele é procurado pelo crime.

A lista de procurados e fugitivos no estado é grande. Na internet, a Secretaria de Segurança Pública (Sesp) reúne a lista dos fugitivos e dos 10 mais procurados do estado. Entre os crimes, estão acusados de homicídios e tráfico de drogas.

Presos

A população carcerária do estado é de 21.083 pessoas, sendo 40 internados, 7.994 presos provisórios e 13.049 condenados.

Os homens são a maioria. Eles representam 95,5% da população presa no estado. São 20.151 homens presos e 955 mulheres.

Brasil

No Brasil, são 146.050 pessoas com mandados de prisão sem cumprimentos. Desse total, 7.049 são foragidos e 139.001 procurados.

O país tem 507.500 pessoas na prisão, sendo 610 internados, 212.816 provisórios, e 294.074 condenados.

Esses números não levam em conta os dados de Minas Gerais e do Rio Grande do Sul, que ainda não adotaram o sistema de monitoramento de prisões do CNJ.

Clique aqui e compartilhe com seus amigos do Facebook

Veja outras matérias sobre: Destaques, Polícia, Região,