ES: idosa perde R$ 95 mil após cair em golpe do bilhete premiado

Imprimir
Compartilhar
Atualizado em 30 de junho de 2018
Edmilson Batista


A idosa, que prefere não ser identificada, contou que a situação começou quando encontrou uma senhora na rua, que aparentava ter cerca de 60 anos. Ela estava com um papel na mão e pediu ajuda para a vítima para encontrar um endereço, mas ela também não conhecia.

Por Danielle Cariello, TV Gazeta

Uma idosa de 83 anos perdeu mais de R$ 95 mil após cair no golpe do bilhete premiado, em Vitória. O caso aconteceu na última semana e foi registrado na Delegacia de Defraudações, mas ainda não há notícias sobre os criminosos.

A idosa, que prefere não ser identificada, contou que a situação começou quando encontrou uma senhora na rua, que aparentava ter cerca de 60 anos. Ela estava com um papel na mão e pediu ajuda para a vítima para encontrar um endereço, mas ela também não conhecia.

Nesse momento, a senhora com o papel chamou uma jovem que estava perto para ajudar. Foi quando o golpe efetivamente começou, pois a mulher fingiu pesquisar no celular e disse que se tratava de um bilhete premiado.

A jovem então disse que se tratava de um valor muito alto, que não poderia ser retirado em uma lotérica, mas sim na Caixa Econômica Federal, e ofereceu uma carona para as duas senhoras, avisando que um cunhado estava próximo e de carro.

“Nós entramos no carro e a senhora disse que não poderia fazer a retirada porque tinha sido roubada, não tinha documentos. Aí a mocinha falou que ela poderia nomear alguém como procuradora para retirar o dinheiro, e ela disse que confiava em mim”, contou a vítima.

A idosa ainda contou que a senhora disse que ia dividir o dinheiro com os três, por terem ajudado, mas precisava de uma garantia de que nenhum dos três tinha dívidas em bancos.

“Eu disse que tinha uma quantia no banco e que poderia pegar o extrato, mas ela disse que não sabia ler. Pediu que eu fosse ao banco e retirasse a quantia de R$ 120 mil, que poderia sem em euros porque o marido dela falecido era alemão e ela conhecia essa nota”, explicou a vítima.

Antes de passarem no banco, os quatro ainda pararam para almoçar. Imagens de uma câmera de videomonitoramento flagraram o momento.

Depois disso, a senhora voltou a falar sobre o dinheiro, dizendo que era apenas uma garantia. “Eu fui ao banco, fiz o saque, e ainda troquei uma parte em euros. Eu só tinha R$ 95 mil. Foi quando a mocinha disse que poderia pegar os R$ 25 mil restantes com uma prima, e saiu do carro. O cunhado dela sugeriu que eu fosse atrás, mas que deixasse a bolsa porque era muito perigoso sair com o dinheiro. Eu deixei, mas quando cheguei no lugar não encontrei a mocinha, e depois não encontrei o carro. Fui ingênua, cometi um erro muito grave”, lamentou.

A idosa então foi a pé até a delegacia da Praia do canto para registrar a ocorrência. Além do dinheiro, ela também perdeu os documentos e celular, que estavam na bolsa.

“O que sobrou para mim foi fazer esse relato, para que as pessoas não caiam em golpes como esse”, finalizou.

Clique aqui e compartilhe com seus amigos do Facebook

Veja outras matérias sobre: Destaques, Estado, Polícia,